A matéria “Pátio não paga fornecedor e prefeitura fica sem internet”, teve repercussão dentro do Paço Municpal e foi prontamente respondida pela assessoria de comunicação do prefeito, que colocou em check a informação, diga-se de passagem, corretíssima, de que a prefeitura teve o serviço de internet cortado. Segundo a nota oficial emitida, a prefeitura teria ficado “apenas” um dia sem os serviços para acesso à rede mundial de computadores, veja a nota na íntegra.

“Diferente do que foi publicado, o prefeito Zé Carlos do Pátio não deixou de fazer os pagamentos dos fornecedores. O contrato entre a Prefeitura Municipal de Rondonópolis e a empresa de serviços de internet venceu no dia 12 de dezembro de 2011 e o termo aditivo sofreu um dia de atraso e foi assinado na tarde de 13 de dezembro de 2011.

A Prefeitura ficou apenas um dia sem os serviços de internet, mas nada que comprometesse o pagamento de servidores. Os vencimentos estão dentro do prazo, já que o décimo terceiro é pago até o dia 20 de dezembro e a folha de dezembro no final do mês.

Como se pauta o bom jornalismo onde os dois lados envolvidos em uma notícia devem ser ouvidos, a assessoria de Comunicação da Prefeitura de Rondonópolis se coloca a disposição para esclarecimentos deste veículo de comunicação, sempre que precisar”.

EM RESPOSTA

Leia também:  Intolerância | Três dos seis assassinatos de travestis em MT são por homofobia

Apesar da “Nota Oficial” enviada pela assessoria de comunicação ter tentando mascarar a falta do pagamento e o corte nos serviços de internet na prefeitura, a direção do AGORA MT, reitera a informação recebida e confirmada pela “Nota Oficial” emitida, senão vejamos:

A “Nota Oficialafirma em seu primeiro parágrafo que houve atraso na assinatura do aditivo do contrato e que o mesmo só foi assinado na tarde de terça-feira (13/12), sendo assim, o aditivo só foi assinado após o corte do serviço, que perdurou por toda a terça-feira e parte desta quarta-feira, já que segundo o chefe do departamento de tecnologia da prefeitura, Paulo Adriano, o serviço, até a hora da publicação da matéria ainda não havia sido completamente reestabelecido.

Leia também:  Vereadores vão tentar alternativas com diretoria do Sanear

A “Nota Oficial” confirma a informação de que o serviço foi interrompido, mas, que a interrupção não afetou ou afetaria os vencimentos e o pagamento do décimo terceiro e a folha de dezembro, já que estariam dentro do prazo, mas, fica uma pergunta, o contrato do fornecimento do serviço de internet estava fora do prazo quando foi suspenso?

Por último e não menos grave, a “Nota Oficial”, acusou o AGORA MT de não praticar o “bom jornalismo”, quando não ouviu a versão da prefeitura quanto ao corte no fornecimento, e aqui mais uma vez a assessoria tenta ocultar as falhas da administração, pois o repórter, Ricardo Costa, ouviu o chefe do departamento de tecnologia da prefeitura, Paulo Adriano, pelo telefone, e foi ele quem confirmou, não só o corte no fornecimento do serviço, mas argumentou que o mesmo só teria ocorrido por falta de organização da atual administração.

Leia também:  Programa ‘Água para todos’ beneficiará mais de 600 famílias em Rondonópolis

Para finalizar, a direção do AGORA MT, entrou em contato com a assessoria de comunicação da prefeitura, mais especificamente com o Sr. Vinicíus Amoroso, cobrando explicações sobre a acusação de que a reportagem não teria ouvido a prefeitura sobre o caso. Vinicíus pediu que fosse desconsiderado o paragrafo que falava sobre o assunto e que as 13h30min entraria em contato com a redação para esclarecer, desta vez, junto com o chefe do departamento de tecnologia, o que realmente aconteceu e se todos os serviços ligados a internet já estariam funcionando normalmente. Como até o momento não houve contato e em respeito aos milhares de leitores, a direção do AGORA MT, decidiu publicar a “Nota Oficial” da prefeitura, acompanhada  dos devidos esclarecimentos da nossa redação.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.