O Congresso Nacional aprovou noite desta quinta-feira (23) o relatório final da proposta orçamentária para 2012. O projeto vai destinar mais de R$ 665 milhões a Mato Grosso para as áreas de infraestrutura, turismo, saúde, educação, além de investimentos no sistema judiciário.

Antes do fechamento do relatório o coordenador da bancada de Mato Grosso, deputado federal Wellington Fagundes (PR/MT) acrescentou ao texto quase R$ 104 milhões. “O orçamento para o ano que vem é um dos melhores já aprovados pelo Congresso para o Estado”, afirma.

O maior investimento foi para a infraestrutura, mais de R$ 351 milhões. Na área rodoviária cerca de R$ 302 milhões, serão investidos na travessia urbana de Sinop, adequação da BR 163 na divisa de Mato Grosso com o Pará, investimentos nas rodovias, 174, 070 e MT 100, além da construção do Anel Viário de Barra do Garças e elaboração de estudos e projetos para as rodovias do Estado. Na área de infraestrutura urbana mais de R$ 49 milhões serão distribuídos em obras para a região metropolitana do Vale do Rio Cuiabá.

Leia também:  “É necessário ser pai do seu filho antes que o traficante o adote”, diz participante do Proerd

Para a saúde mais de R$ 43 milhões vão financiar a adequação e aparelhamento de unidades de saúde no Estado e aquisição de ambulâncias.

Na educação cerca de R$ 32 milhões foram aprovados para serem empregados na construção do novo prédio do Hospital Júlio Muller e na reestruturação e expansão da Universidade Federal.

Os pequenos e médios produtores também vão receber equipamentos e insumos para a produção por conta dos mais de 19 milhões provados.

Na MT 270, no trecho entre Rondonópolis e Mimoso, vai receber mais  de R$ 18 milhões em investimentos para se tornar ponto turístico do Estado.

O judiciário vai receber quase R$ 15 milhões para a modernização da infraestrutura de tecnologias em Mato Grosso. Os outros R$ 7 milhões vão constituir o Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste e financiar projetos do setor produtivo na região.

Leia também:  Mortes envolvendo motociclistas teve queda de 67% nas BRs-163 e 364

Segundo o coordenador, em emendas de bancada foram destinados mais de R$500 milhões, o valor representa mais de 45% da média alocada nos últimos três anos. Em emendas individuais para 2012 serão mais R$165 milhões.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.