A brincadeira de ‘amigo secreto’ já se tornou indispensável nas confraternizações de fim do ano. As empresas de Rondonópolis aderiram à brincadeira como forma de interação entre os funcionários, mas é preciso ter alguns cuidados durante a escolha do presente para não ficar mal na fita.

Estabelecer o valor do presente é o primeiro passo, assim não haverá gastos excessivos e nem muita diferença de preço. A secretária, Danilele de Carvalho, comentou que todo o ano participa do amigo secreto realizado na empresa que trabalha e afirma que a escolha do presente sempre é um problema, principalmente quando sai com uma pessoa que não tem muita afinidade. “Tento escolher um presente conforme o gosto da pessoa, mas não é fácil”, sorri.

Leia também:  Órgãos se reúnem para definir estratégias de segurança durante o período da Exposul

Os vales presentes estão sendo bastante utilizados em brincadeiras como essa, mas o ideal é descobrir o que o seu amigo gosta, já que os vales acabam sendo impessoais e podem deixar a pessoa que você tirou decepcionada. Essa opção também tem sido usada pelas empresas como forma presente para os funcionários, no lugar do tradicional panetone e o espumante. O gerente de uma empresa de transportes, Caio Pereira, comentou que aprova o vale presente nesses casos, já que  a opção da liberdade para a pessoa escolher o que deseja.

Também há pessoas que em vez de brincar de amigo secreto, preferem o ‘amigolate’, muito usado entre as brincadeiras feitas entre alunos em sala de aula. Nesta brincadeira só é permitido dar chocolates ao amigo, uma opção barata e que agrada a todos.

Leia também:  IFMT Rondonópolis abre 46 vagas para vestibular de nível superior

 

 

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.