Foto Varlei Cordova - Agora MT

As usinas e distribuidoras já praticam preços mais altos neste período de início da entressafra da cana-de-açucar, porém os valores demonstram que os proprietários de postos de revenda de combustíveis se esforçam para não repassarem ao consumidor final toda a majoração no litro do etanol.

Em Cuiabá, nestes primeiros dias de dezembro, o valor de compra do litro do combustível realizado pelos postos junto às distribuidoras está entre R$ 1,91 a R$ 1,95. Logo no início de novembro era possível encontrar o litro do etanol nas distribuidoras a R$ 1,71. Considerando estes valores, a diferença alcança 12%, percentual registrado entre 1º de novembro a 1º de dezembro. As informações constam em notas fiscais de aquisição dos postos da Capital e que o Sindipetróleo (Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis de Mato Grosso) teve acesso.

Leia também:  MPE denuncia parlamentar por lesão corporal e ameaça praticados contra jornalista em Juara

O diretor-executivo da entidade, Nelson Soares, destaca que ainda é possível encontrar o litro do etanol sem os reajustes recentes. “Os revendedores sabem que o etanol potencializa o consumo nos postos ao manter a relação de 70% entre o preço da gasolina e do etanol. Assim, para eles, vale à pena segurar um pouco mais o reajuste, uma forma de atrair o consumidor”, explica o diretor.

Conforme a expectativa das distribuidoras, os reajustes não devem parar por ai, pois a entressafra está só começando. “Os representantes do segmento sabem que o problema está no campo, já que a colheita da cana diminuiu devido ao clima mais seco e frio e também por falta de renovação dos canaviais”, O cenário visto em Mato Grosso não difere dos demais Estados. Em quase todas as unidades da Federação, o preço do produto derivado da cana ultrapassa R$ 2. “Esse é o resultado da redução de perdas na safra e do aumento nas vendas dos veículos flex”, destacou Soares.

Leia também:  Estado arrecada quase R$ 5 milhões de impostos para transporte de madeira

Etanol ou gasolina?

O etanol é mais vantajoso se o preço dele não ultrapassar 70% do preço da gasolina, pois o rendimento de um motor a álcool é 30% menor. O cálculo é simples. Divide-se o preço do álcool pelo da gasolina e multiplica-se por 100. Se o resultado for maior do que 70, é melhor abastecer com gasolina. Se for menor prefira abastecer com etanol.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.