O empresário e secretário Municipal de Transporte e Trânsito , Rodrigo Lugli (PSDB), anunciou logo após o encontro suprapartidário realizado nesta sexta-feira (23/11), que reuniu vários dirigentes de partido, a sua saída da pasta, no final deste mês, Lugli revelou que seu desligamento não significa a saída do seu partido da administração do prefeito José Carlos do Pátio (PMDB).

“A minha saída é uma decisão pessoal e nada tem haver com um desligamento do PSDB da gestão do prefeito, sou pré-candidato a vereador e vou tomar conta disso e da minha vida empresarial”, revelou o tucano.

A saída Lugli foi antecipada pelo AGORA MT no final de novembro, mas, só agora foi oficializada, apesar do pedido de demissão já ter sido entregue anteriormente.

Leia também:  Hospitais filantrópicos de MT anunciam paralisação na próxima semana

O desligamento de membros do PSDB, da administração, não deve ficar restrita somente ao secretário municipal de Transporte e Trânsito, o presidente municipal do PSDB e procurador geral do município, Efrain Alves, deve deixar a gestão também no final de dezembro. A reportagem tentou contato por telefone, com o procurador, mas, todas as ligações foram infrutíferas.

Matéria relacionada

Lugli deve entregar cargo ao prefeito nos próximas dias

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.