Representantes da Caixa Economica Federal reunidos com o deputado federal Wellington Fagunde. Foto da assessoria

A possibilidade de construção de mais 5 mil casas em Mato Grosso, pelo programa Minha Casa Minha Vida, foi a pauta da reunião entre o deputado federal Wellington Fagundes (PR) com representantes da Caixa Econômica Federal, a discussão ocorreu nesta terça-feira (06). A cota é suplementar e deve ser distribuída entre os municípios com déficit habitacional.

O recurso do programa deve contemplar moradores da capital e dos municípios de Rondonópolis, Várzea Grande, Campo Verde, Sinop, Lucas do Rio Verde, Campo Novo dos Parecis e Nova Mutum. “Além dessas unidades, o objetivo é viabilizar recursos para serem empregados em obras de infraestruturas nos bairros populares que já existem e muitas vezes não contam com serviços básicos”, explica Fagundes.

Leia também:  Disponível o gabarito do concurso para apoio administrativo da Seduc

De acordo com o deputado, o Fundo Estadual de Habitação de Mato Grosso tem possibilitado a construção de casas em diversos municípios do Estado. Nesta quarta-feira (07/12), o governador Silval Barbosa (PMDB) e Wellington Fagundes voltam a reunir-se em Brasília com o presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Fontes Hereda, para tratar da liberação das unidades habitacionais.

Minha Casa Minha Vida

Programa do Governo Federal desenvolvido em parceria com Estados, municípios, empresas e movimentos sociais que tem a meta de construir 2 milhões de novas casas e apartamentos para a população com renda de até três salários mínimos.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.