Foto: Internet

Você já notou se o seu ciclo menstrual ocorre regularmente? Se não, fique atenta! Irregularidades menstruais podem estar associadas a uma série de doenças que só um especialista é capaz de diagnosticar. Por isso, é fundamental consultar um ginecologista pelo menos uma vez por ano.

— Nos primeiros dois anos da menstruação, é normal uma irregularidade do ciclo, com períodos longos sem sangramento. Isso ocorre, pois o sistema reprodutor ainda está “amadurecendo”. Após dois anos, já esperamos uma normalização — alerta a ginecologista e obstetra Denise Gomes.

A especialista explica que a ovulação ocorre, geralmente, na metade do ciclo de cada mulher e consiste na liberação do óvulo pelos ovários. Durante esse processo, o útero sofre modificações, como o crescimento da sua camada interna — o endométrio. Se este óvulo for fecundado por um espermatozoide, inicia-se a gravidez. Caso contrário, o endométrio é eliminado pela menstruação.

Leia também:  O sedentarismo pode ensurdecer

Principais problemas relacionados à menstruação irregular

:: Síndrome dos ovários policísticos — os ovários aumentam de tamanho e pode ser percebida a presença de cistos (pequenas bolsas), que contêm material liquido ou semilíquido. Se não tratada, a síndrome pode interromper a ovulação e dificultar a gravidez, entre outras complicações.

:: Endometriose — é a presença de endométrio fora do útero, principalmente nos ovários, nas trompas e na região pélvica. Pode levar à infertilidade.

:: Problemas de tireoide — ciclos menstruais irregulares podem indicar problemas na glândula tireoide, responsável pela produção de vários hormônios essenciais para o bom funcionamento do organismo — entre eles, os que regulam a fertilidade. Se não tratadas, as doenças da tireoide podem levar à necessidade de remoção da glândula. Neste caso, a reposição dos hormônios é feita por meio de medicamentos.

Leia também:  Caprichar nos vegetais dá mais disposição

:: Miomas uterinos — São tumores benignos, que podem aparecer em várias partes do útero. Às vezes, são assintomáticos, mas, quando provocam sintomas, a menstruação irregular pode ser um deles. Dependendo do tamanho, os miomas podem exigir acompanhamento médico e cirurgia, principalmente quando causam dor, sangramento e infertilidade.

:: Desnutrição — Irregularidades menstruais podem ser indícios de distúrbios alimentares, como a bulimia e a anorexia. Também pode ser uma consequência da desnutrição: sem uma alimentação adequada, o organismo não consegue produzir os hormônios responsáveis por regular o ciclo menstrual.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.