"O União não é para fazer política", diz Ananais Foto: assessoria

Durante duas sessões extraordinárias realizadas nesta quarta-feira (21), os vereadores aprovaram a Lei Orçamentária Anual (LOA) 2012, definida pelo Executivo Municipal, estimada em R$ 467,3 milhões para a administração direta e indireta, cerca de R$ 12 milhões a mais do orçamento executado em 2011, totalizado em R$ 455 milhões. Os vereadores acrescentaram ao orçamento municipal 13 emendas, sendo boa parte relacionada à pavimentação urbana de diversos bairros do município.

Além disso, foram votadas emendas que dispõe sobre a abertura de recursos para a construção de abrigos para os moto-taxis e taxistas, e manutenção de Centro de Controle de Zoonoses, bem como a abertura de uma rubrica no valor de R$ 50 mil para a instalação da Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat).  O valor a ser destinado para o passe livre em 2012, que estava previsto em R$ 850 mil foi alterado através de uma emenda modificativa, aumentando o valor para R$ 3,35 milhões.

Leia também:  Jovens encontram na educação inspiração para serem atletas

O presidente da Comissão de Finanças e Orçamento da Casa de Leis, vereador Adonias Fernandes, destacou que o orçamento foi amplamente discutido com a população através de três audiências públicas realizadas na região Salmen, grande Vila Aurora e Distrito da Vila Operária. “Por conta dessas diversas discussões, onde a LOA foi muito bem explicada à toda a população, os vereadores optaram por apresentar poucas emendas, ao invés disso, eles preferem fazer indicações de alterações ao Poder Executivo Municipal”, explicou.

Segundo o presidente da Câmara, Ananias Filho, os vereadores também discutiram intensamente a LOA 2012, o que proporcionou uma votação tranqüila, sem nenhuma polêmica.

Ananias afirmou ainda que boa parte do valor total do orçamento será destinado às secretarias de Saúde, Educação e Infraestrutura.

Leia também:  Taques anuncia obras de serviços visando a pavimentação de trechos de rodovias em Rondonópolis

Agora a LOA segue novamente para o Executivo Municipal, onde deve ser sancionada pelo prefeito José Carlos do Pátio.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.