A direção da Casa Esperança alerta a população quanto a pessoas que vendem livros e artesanatos em nome da instituição para ajudar nos trabalhos, pois estão agindo de má fé e enganando a população.

Almir Araújo, membro da diretoria da Casa Esperança, afirmou que algumas pessoas estão usando o nome da instituição e vendendo livros, quadros e artesanatos com o argumento que é para ajudar a Casa Esperança. Araújo disse que esse tipo de prática, de sair de porta em porta pedindo ajuda, não faz parte da politica da instituição.

A orientação para os moradores que foram abordados por essas pessoas é recusar qualquer proposta e denunciar para a Polícia Militar, pois se trata de um golpe. Almir disse que a situação já se repetiu outras vezes, no mês de dezembro próximo ao período de festas.

Leia também:  Órgãos se reúnem para definir estratégias de segurança durante o período da Exposul

Caso alguma pessoa deseje ajudar a Casa Esperança deve procurar a instituição para fazer doação ou até mesmo conhecer o trabalho realizado.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.