Foto: assessoria

Campo Verde vive um momento histórico. Esta semana iniciou a ampliação e reforma do Hospital Municipal. A empresa responsável, Aliança Construtora, terá um prazo de oito meses para executar a obra.

Os projetos já haviam sido aprovados pelo Ministério da Saúde e pela Caixa Econômica Federal e aguardavam a liberação do dinheiro. Do montante, R$ 867 mil já foram liberados, este será aplicado na ampliação do hospital. Os outros R$ 339 mil devem sair no ano que vem e serão destinados a reforma estrutural. A confirmação da liberação do recurso se deu graças à articulação do deputado federal Wellington Fagundes (PR) e o prefeito, Dimorvan Brescancim.

Com a ampliação, o hospital passa de 1.700 m² para mais de 3 mil m² e contará com uma infraestrutura moderna, que receberão aproximadamente 50 novos leitos. Além disso, será construído um novo centro cirúrgico, novo setor administrativo, lavanderia, cozinha, refeitório, central de esterilização, novos ambientes para exames como endoscopia, ultra som e raio-x, entre outros. O novo contará com salas de observação masculina, feminina e pediatria, individuais, apartamentos para isolamentos em caso de patologias endêmicas e contagioso, entre outras melhorias.

Leia também:  Vereador Adonias Fernandes quer implantar Conselho de Igualdade Racial em Rondonópolis

O secretário de Saúde, Wisley Clemente, destaca que enquanto durarem as obras, os serviços do hospital continuarão funcionando normalmente. “A obra será feita em quatro etapas. As duas primeiras vão contemplar todo o complexo de enfermaria, administração, salas de procedimentos médicos hospitalares, sala de diversos exames, entre outras. A empresa tem quatro meses para a execução das duas primeiras etapas e logo depois inicia as outras”, explicou o secretário.

Wisley contou que o prefeito Dimorvan batalhou muito para que esta obra se tornasse realidade, e que será um dos grandes marcos dessa administração. “Depois de concluída a obra, o mesmo se tornará o maior hospital municipal da região Sul do Estado. Com o novo Plano de Desenvolvimento Regional de Saúde, Campo Verde vai se tornar referência para diversos municípios, formando uma micro região de saúde. É mais um compromisso que está sendo cumprido. Estamos muito contentes”, afirmou.  A região é composta por 19 municípios e os hospitais de referencia é o regional de Rondonópolis, do governo do estado.

Leia também:  Vereador homenageia Miss Pluz Size Intercontinental

Para o deputado Wellington Fagundes a obra representa mais dignidade para a população. “Na administração do prefeito Dimorvan, esta será a segunda ampliação pelo qual o hospital passa. A ordem de serviço já foi dada e a empresa já esta trabalhando”, explica.

Segundo o prefeito os recursos vão garantir a construção de mais dois centros cirúrgicos, ampliação do número de leitos, construção de mais duas salas de parto, sala de raio-x, pediatria, consultórios médicos e restaurante.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.