No Pit Stop foi entregue um laço branco para lembrar o massacre de Montreal. Foto: Varlei Cordova/AGORA MT

O Pit Stop realizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM), em parceria com a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros conta com o apoio crescente do público masculino no combate a violência contra a mulher. A ação aconteceu na Praça Brasil durante a manhã desta terça-feira (06/12) e faz parte das atividades que lembram o Massacre de Mulheres de Montreal-Canadá.

A presidente do CMDM, Sandra Raquel Mendes, destacou o sucesso da ação realizada e frisou que tem aumentado a participação de homens na luta contra a violência das mulheres. “Além dos policiais e bombeiros houve outros homens que participaram da ação e constatamos também que muitos motoristas se mostram favoráveis nas ações de conscientização dos agressores”, disse Sandra que atribui a cooperação à mudança de comportamento da população e ao trabalho realizado.

Leia também:  Prefeitura e ACIR abrem diálogo sobre o desenvolvimento da cidade

Segundo Sandra, infelizmente alguns homens ainda são a favor da agressão das mulheres e afirmam que a função da mulher é lavar, passar, cozinhar, limpar a casa, cuidar da casa e estar pronta para atender as necessidades sexuais dos esposos, mas acredita que com o tempo as pessoas mudaram de comportamento, assim com muitas mulheres passam a denunciar seus agressores.

Hoje partir das 13 horas será realizado uma mesa redonda com autoridades ligadas a defesa dos direitos das mulheres, na Secretaria de Saúde, onde as pessoas poderão conhecer as estatísticas de atendimento, fazer cobranças e dar sugestões nas ações de combate a violência das mulheres. Para o próximo ano serão realizadas ações que permitem a participação de um número maior de homens.

Leia também:  Vereador diz que há "eminência parda" atuando nos bastidores
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.