Renata Ceribelli assume o lugar de Patrícia Poeta no Fantástico - Divulgação
Acostumado a dar notícias, o Jornal Nacional, o telejornal de maior audiência da TV brasileira, está sendo notícia nesta quinta-feira (1), quando a TV Globo anuncia uma mudança importante em sua bancada. Após quase 14 anos, Fátima Bernardes deixará o JN para, segundo suas próprias palavras, realizar um novo sonho: fazer um programa que já tem seu formato definido e que entrará na grade da TV Globo em 2012. Sua substituta no telejornal será Patrícia Poeta, que está no Fantástico há quase cinco anos. No lugar de Patrícia, assumirá a jornalista Renata Ceribelli, que já apresenta ocasionalmente o Fantástico.

Segundo o diretor geral de Jornalismo e Esporte da Rede Globo, Carlos Henrique Schroder, Fátima vinha a algum tempo propondo um novo programa e, em abril deste ano, ao apresentar uma proposta formal, a ideia era tão consistente que foi aprovada de imediato pelo diretor-geral da Rede Globo, Octávio Florisbal. Schroder disse que a mudança, motivada pelo projeto de Fátima, mostra a evolução de três profissionais de talento da TV Globo. “Este é um processo normal de evolução e renovação do jornalismo da Globo. As três construíram carreiras sólidas aqui na TV e chegaram aonde chegaram por mérito. Com certeza, terão grande sucesso em suas novas funções. A proposta de Fátima realmente é excelente e ela conta com uma sucessora como Patrícia Poeta, uma jornalista cujo talento é reconhecido pelos brasileiros. Ao mesmo tempo, Renata Ceribelli já é tão integrada ao Fantástico que a sua escolha é mais do que natural. Com esses ingredientes, tomar a decisão de mudar não foi difícil”, afirmou o diretor.

Leia também:  Resumo de novelas desta segunda-feira (30)

Veja o que elas falaram para o público:

Fátima Bernardes

“Eu tive o privilégio de cobrir os grandes assuntos nacionais e internacionais. Cresci muito profissionalmente. Vi o JN também se transformar. Vi nossa bancada passar a receber convidados que seriam entrevistados por nós. Impossível descrever a emoção, a tensão, a responsabilidade de entrevistar ao vivo, diante dos ouvidos e olhos atentos de milhões de telespectadores, os candidatos à presidência do Brasil. Saí do estúdio sempre que a notícia exigiu. Vi o Brasil ser penta no futebol. Logo eu que amo esse esporte. Sempre tive consciência de que estava trabalhando no mais importante telejornal do Brasil, no mais visto. Eu fui muito feliz e, o melhor, eu sabia. Eu só posso agradecer, muito, pelo carinho com que os telespectadores sempre me recebem por onde quer que eu passe. A torcida para que a minha vida pessoal e profissional dê certo. Eu sinto isso nos olhares, nos sorrisos, nos abraços e beijos que ganho pelas ruas. E aproveito pra já pedir que tenham paciência e que me aguardem porque vou voltar cheia de gás e de novidades para o nosso reencontro no ano que vem.”

Leia também:  Resumo de novelas desta terça-feira (29)

Patrícia Poeta

“O período no Fantástico foi incrível para mim. Como apresentadora, vivi toda semana o desafio de buscar o tom ideal, a dose adequada de informalidade, a afinidade com meu parceiro, Zeca Camargo. Acho que conseguimos avançar muito na apresentação do programa. Como repórter, tive espaço e incentivo para buscar furos, entrevistas exclusivas, material que só o Fantástico teve. Surpreendemos o telespectador em vários momentos nos últimos anos. E, por último, como criadora e realizadora, consegui uma parceria produtiva com os colegas da área de dramaturgia da Globo. Criamos e exibimos vários quadros que misturavam jornalismo e dramaturgia, e este era um desejo antigo meu. Agora, nosso encontro semanal passa a ser diário. De segunda a sexta. Estarei esperando vocês.”

Leia também:  Com mais de 30 anos em luto mãe de Cazuza afirma receber "sinais do filho"

Renata Ceribelli

“Já aprendi muitas lições no trabalho. Uma das principais veio do contato mais próximo com o público: ficou provado para mim que a espontaneidade diante da câmera realmente resulta em uma maior ‘intimidade’ com quem está do outro lado. Depois do Medida certa, penso sempre nisso nas minhas reportagens. E agora também vou ‘exercitar’ uma maior espontaneidade na apresentação. O Fantástico é uma revista eletrônica que está sempre à frente, nas notícias e na linguagem. Um programa que está sempre de olho nas tendências e, por isso, surpreende. E eu espero que todos continuem se surpreendendo com a gente.”

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.