Acusado de homicídio em uma conveniência na Avenida Bandeirantes. Foto Varlei Cordova/AGORA MT

O menor K.F.S.S. (15), autor dos disparos que matou Leandro Augusto Salvado (26) em uma conveniência na Avenida Bandeirantes na noite do último sábado (21/01) se apresentou na manhã desta quarta-feira (25/01), na delegacia de Vila Operária.

Fernando Roberto Dias, advogado do menor, explicou que K.F.S.S. agiu em legitima defesa, pois Leandro havia ameaçado a família do rapaz.

De acordo com o advogado, um dos irmãos de K.F.S.S. tinha um relacionamento com uma garota por quem Leandro se interessava, o que deu início a um desentendimento entre os rapazes.

No decorrer do tempo Leandro ameaçou a família do menor e chegou a ferir os dois irmãos de K.F.S.S., sendo um com facadas e outro com um tiro, por essa razão resolveram trabalhar em um sítio, mas K.F.S.S. permaneceu na cidade para continuar com os estudos.

Leia também:  Acusado de matar mulher e jogar o corpo em uma vala é preso em MT

Fernando relatou que Leandro afirmou que mataria a todos da família do menor e passou a ameaça-los, após sair da penitenciária da Mata Grande e no dia anterior ao fato disparou alguns tiros na casa de K.F.S.S. e por esse motivo passou a andar armado.

O advogado disse que no dia do fato K.F.S.S. estava na conveniência com um amigo, quando percebeu que Leandro passou pelo local e ao tentar sair do estabelecimento o menor encontrou com Leandro que estava armado e por essa razão disparou contra o rapaz, que faleceu no local. Ao ter conhecimento da morte de Leandro o menor se escondeu em um sítio.

Segundo o advogado, K.F.S.S. não tem antecedentes criminais e se apresentou voluntariamente à justiça.

Leia também:  Polícia Civil prende homem por sequestro e cárcere privado de adolescente em Barra do Garças
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.