DIVULGAÇÃO

O jornal “Folha de S. Paulo” divulgou na tarde desta segunda-feira (16) que a polícia foi até o Projac, no Rio de Janeiro, conversar com a BBB Monique, que está no confessionário do “Big Brother Brasil 12” sendo questionada sobre o polêmico episódio ocorrido após a festa Fusion na madrugada de domingo (15), em que ela supostamente foi abusada por Daniel, seu colega de confinamento.

De acordo com a publicação, Monique disse que não lembra de nada nem de ter deitado na cama com o brother. “Só se ele foi muito mau caráter de ter feito sexo comigo dormindo”, disse a sister, que também afirmou que, quando despertou, não vestia a parte de baixo de sua roupa. ”Não lembro se dormi de shorts, mas acordei sem”, confirmou Monique, de acordo com a “Folha”.

Leia também:  O Rico e Lázaro | Zac confessa para Asher que matou seu pai em Judá

Entenda o caso

Na madrugada de domingo (15), Daniel e Monique estiveram debaixo do edredom após a festa. Após ver a cena, alguns internautas colocaram a hashtag #Danielexpulso entre os assuntos mais comentados no Twitter, pedindo a expulsão do modelo alegando que ele teria aproveitado que a estudante estava alcoolizada para supostamente abusar dela.

O movimento ganhou o apoio de famosos como Deborah Secco , que falou sobre o caso. “O que mais me chocou foi ele falar pra ela que não fez nada de mais… Não ter sido sincero… Ela só lembra do que fez enquanto estava acordada!”, escreveu.

Ao longo do dia, Daniel negou que tivesse transado com a loura num papo com a própria. “A gente deu dois beijos e passou a mão”, resumiu ele. Monique, por sua vez, disse não se lembrar do que aconteceu por ter bebido demais: “Não lembro nem como fui parar na cama”, disse ela, afirmando que estava “paranóica” com o assunto. À sister Analice, Monique chegou a perguntar: “Será que eu fiz?”.

Leia também:  Rico e Lázaro | Oficias da Babilônia encontram Joaquim e Edissa

Ao blog do jornalista Daniel Castro, Boninho, diretor da atração, disse ter conversado com a sister, que disse que tudo que aconteceu teve sua anuência. “Ela não confirmou que teve sexo e disse que tudo o que aconteceu foi consensual. Não dá para garantir que houve sexo, muito menos estupro. Eles estavam debaixo do edredom e de lado. Mas o mais importante é que ela (Monique) estava consciente de tudo. Ela me disse que na hora que o clima esquentou pediu para ele (Daniel) sair da cama”, afirmou Boninho.

O empresário de Monique divulgou uma nota oficial sobre o caso.

Leia a íntegra

“Sobre o ocorrido na madrugada do dia 15 de janeiro após a festa, a família não tem nada mais a comentar sobre o fato, somente a própria Monique Amin pode falar sobre estes episódios e a mesma irá fazê-lo através de nota oficial na sua saída.

Leia também:  Rico e Lázaro | Após denúncia do filho, Nabucodonosor absolve Nebuzaradã

Porém lamento muito o comentário postado no Twitter do sr. Sergio Mattos (agente do BBB Daniel) onde o mesmo de forma irônica escreve “e ela geme dormindo?”

Somente num país onde a cultura machista ainda impera, podemos observar comentários inadequados como este.”

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.