Evento de união das centrais de regulação de vagas do Estado e município. Foto: Varlei Cordova/AGORA MT

Melhoria no atendimento aos usuários do SUS (Sistema Único de Saúde) esse é o objetivo da retomada do Complexo de Regulação com Gestão Compartilhada, resultado da união das centrais de regulação do Estado e Município. A parceria foi oficializada hoje (03) com um café da manhã para os servidores.

A diretora do escritório regional de saúde, Geraldina Ribeiro, explicou que o Complexo de regulação existiu até 2008, mas que agora esse casamento está mais consolidado e será por muito mais tempo, principalmente por oferece rapidez no atendimento. “Com essa união iremos oferecer um tratamento de excelência às pessoas de dependem do serviço público”.

Izalba Diva de Albuquerque, gerente do Departamento de Gestão do SUS, explicou que a iniciativa irá facilitar com os encaminhamentos, pois o município não pode regular pacientes em unidades de saúde como a Santa Casa, somente a central do Estado. “Com a unificação o problema será resolvido, como estamos no mesmo prédio o processo bem mais rápido”. A gerente informou que a regulação consiste em dar encaminhamento dos usuários para realização de tratamentos e também internações.

Leia também:  FGTS | Caixa Econômica abrirá neste sábado para pagamento de contas inativas

Com o acordo serão regulados mais 18 municípios da região sul, além de Rondonópolis, e atende nos setores de cirurgias eletivas, exames de média e alta complexidade, tratamento fora do município, encaminhamento para leitos e oncologia. Maria Aparecida Silva Pereira, coordenadora do Complexo, acredita que mais de 300 pessoas serão atendidas diariamente, além dos encaminhamentos feitos pelos PSFs. “A união das centrais de regulação é a realização de um sonho, agora temos mais recurso e agilidade para atender aos usuários do serviço público de saúde”, conclui.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.