Foto: ARQUIVO AGORA MT

A falta de poder e autonomia do Secretário Municipal de Saúde de Rondonópolis, Valdecir Feltrin (PMDB), tem ficado evidente, pelo menos no círculo de peemedebistas ligados ao prefeito.

Apesar de pouco aparecer na mídia atualmente Feltrin vive, talvez, um dos momentos mais complicados a frente da pasta, sem autonomia alguma, até mesmo demitir servidores, prova disso foi à exoneração não concluída do chefe de departamento de recursos humanos da secretaria de saúde, Joseflen Ferreira Branquino.

A exoneração de Branquino teria sido determinada no início de dezembro, mas, o prefeito José Carlos do Pátio (PMDB), ainda mantém Branquino no cargo e teria anunciado em seu gabinete “O cargo é meu e não do secretario, então o rapaz vai permanecer no posto”, como diz o velho ditado, “tatu não sobe em árvore, se ele está lá foi porque alguém colocou”, e ponto final.

Leia também:  Novo diretório do PSB se reúne e vai procurar Pátio

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.