Divulgação
Em Fina Estampa, da Globo, Tereza Cristina (Christiane Torloni) se arruma para sair, curioso Crô (Marcelo Serrado) quer logo saber para onde sua Nefertiti vai. Curta e grossa, ela responde que vai ao cemitério. Destilando veneno, o mordomo questiona se ela vai se mudar para lá.

Durante a conversa, Baltazar (Alexandre Nero) chega com um buquê de flores.

“Não me diga que são pra Marcela?”, indaga Crodoaldo.
“Claro que não. São pros meus queridos paizinhos”, rebate Tereza Cristina.

Ao ouvir, Crô fica parado olhando para ela sem entender nada. Sem perder tempo, ela sai com Baltazar rumo ao cemitério.

Já no local, a doida vai em direção a parte mais humilde e para em frente ao túmulo com a inscrição Carlota Valdez.

Num ato repentino, ela estica a mão como se fosse fazer carinho, mas recua.

“Maldita! Você devia ter morrido antes de me dar a vida!”

Leia também:  O Rico e Lázaro | Fassur invade a casa de Ravina atrás de Joana

Ela, então, joga as flores e, furiosa, pisa em cima delas. Após respirar fundo, ela vira as costas e vai embora.

Ao andar entre as alamedas do cemitério, ela se dá conta que está no local onde Marcela (Suzana Pires) está enterrada.

“O túmulo da Marcela é por ali. Será que ela continua lá enterrada? Bem que esses ladrões de cemitério podiam abrir aquela tumba pra roubar os brincos da venenosa. Pena que ela não tinha dente de ouro.

Será que os cabelos já caíram? E as unhas postiças, ainda estão crescendo? Ia adorar ver o que restou dela sendo comido por um exército de larvas e insetos… Ah, mas eu não vou resistir!”

Ao se aproximar do jazigo, ela vê uma mulher parada vestindo uma saia amarela. Sem conseguir ver o rosto da pessoa, ela fica intrigada.

Então, ela segue e se aproxima. Quando está bem próxima, a moça se vira, encara Tereza Cristina e sorri: é Marcela Coutinho.

Leia também:  Resumo de novelas desta terça-feira (30)

Apavorada, a desvairada de Tebas dá um grito e desmaia. Sem perceber a presença de Tereza Cristina, os funcionários do cemitério trancam o local e vão embora. Ao ver a cena, Baltazar estranha e liga para o Crô.

Encafifado, o mordomo questiona se ela não deixou o local, mas o motorista garante que não. A conversa continua e os dois concluem que ela foi embora. Então, Crodoaldo diz para Baltazar voltar para a mansão.

Ainda zonza, Tereza Cristina acorda, olha ao redor e, ao ver tudo vazio, fica apavorada.

“Não pode ser…Meu Deus!…Túmulos!…Eu morri… morri e fui desenterrada do cemitério!”

Desesperada, ela sai correndo. Falando coisas sem sentido, ela esbarra num segurança.

“Meu Deus! Outro defunto! Isso aqui tá cheio de zumbis! Desaparece assombração!”

Sem entender, o segurança pergunta se ela andou bebendo. Achando que está morta, ela rebate e diz que não vai voltar para o seu jazigo e a conversa continua meio sem sentido e o segurança ameaça chamar a polícia.

Leia também:  Resumo de novelas desta segunda-feira (03)

Ela, então, liga para o celular de Crô, que sai em disparada para resgatá-la. Tereza Cristina conta para o mordomo que viu Marcela, que fica aterrorizado.

Desesperada, Tereza Cristina lembra que ela pode procurar as autoridades e contar tudo.

“Ela não pode absolutamente nada! Se a outra veio do mundo dos falecidos não passa de uma alma penada! Daí que legalmente ela não existe. Já pensou a fantasminha depondo em tribunal por conta de certa ocorrência? Não se preocupe divina Isis, isso só acontece nos filmes”, interrompe Crô.

O segurança relembra que eles precisam ir embora. Então, Tereza Cristina e o mordomo deixam o local.

Será que Marcela realmente ressurgiu do mundo dos mortos e vai abrir o bico?

A cena será exibida a partir do dia 26 de janeiro.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.