Foto: Arquivo / AGORA MT

Os dados da Polícia Militar apontam que cresceu o índice de violência em Rondonópolis, em relação ao ano anterior. Os registros de roubos aumentaram 61,95% em 2011.

De acordo com o relatório da Policia Militar, as ocorrências subiram de 783 para 1.268 roubos, sendo o maior índice é referente a roubo de veículo (carro e motocicleta), 128,8%. Os roubos a estabelecimento comercial passou de 278 para 432 casos (55,4%), em contra partida houve queda de 7,4% nas ocorrências a residências.

Os registros de furtos, sem emprego de violência, aumentaram em 36,4%. Os casos relacionados a veículos, residências e estabelecimentos comerciais também apresentaram aumento significativo, 58,9%, 49,3% e 14,2% respectivamente. O total de registros passou de 1.084 para 1.479 furtos ou 36,4% de um ano para o outro.

Leia também:  Após assalto, vítima atropela suspeitos em Rondonópolis

O comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar, major Odair Pereira de Moura, atribui os índices a sensação de impunidade dos criminosos, resultado do mutirão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que liberou vários reeducandos e a greve da Polícia Civil.

Outros motivos que colaboram com os dados é a credibilidade da população no trabalho da polícia, que passou a denuncia mais e registrar os boletins, bem como a quantidade de ações desenvolvidas pela PM que também aumentou.

Apesar dos altos números, Moura comemorou o aumento na produtividade da PM, como por exemplo, a quantidade de ocorrências atendidas (14,2%), apreensão de arma de fogo (34,5%) e veículos recuperados (40,4%).

Moura afirmou que a Polícia Militar trabalha para reduzir os índices, mas depende de outros fatores como a estrutura familiar, o trabalho de ressocialização mais eficiente e abertura de mais clínicas para recuperação de dependentes químicos, pois além incentivarem o tráfico de entorpecente cometem outras infrações como roubo e homicídio.

Leia também:  Motorista morre carbonizado em colisão entre carretas na BR-364

Apesar dos números o major afirmou que o aumento da criminalidade não é característica peculiar de Rondonópolis. “A criminalidade aumentou em todo o país, não apenas no município”, concluiu Moura.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.