Das 26 instituições de Mato Grosso que tiveram bacharéis em Direito inscritos no 5º Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), 21 tiveram índice abaixo da média nacional, de 24,52%. Os dados, divulgados na semana passada, são do Conselho Federal da Ordem e da Fundação Getúlio Vargas, responsável pela elaboração da prova.

O pior resultado foi obtido pela Faculdades Integradas de Tangará da Serra (FITS), com 0% de aprovação. Segundo os dados, a instituição teve 14 inscritos. Deste total, todos compareceram na primeira fase, quatro passaram para a segunda e nenhum conseguiu lograr resultado positivo.

Em seguida, o índice mais baixo de uma instituição mato-grossense foi a Faculdade de Lucas do Rio Verde (Unilasalle), com 7,69% de aprovação. Foram 40 inscritos, 39 presentes na primeira fase, 13 que passaram para a segunda e apenas 3 aprovados.

Em terceira posição no ranking das piores notas no Estado, está a Faculdade Afirmativo (FAFI), com 8,47%. No total, 63 bacharéis se inscreveram, 59 compareceram, 15 passaram para a segunda fase e 5 conseguiram aprovação.

Apesar de todas as três notas mais baixas serem de instituições particulares, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso (OAB-MT), Cláudio Stábile, ressaltou que o Exame não pode se transformar em uma briga entre instituições privadas e públicas.

Leia também:  Denúncias à ouvidoria da Ager podem ser feitas via WhatsApp

O presidente da OAB-MT observou que não pretende rotular que as instituições particulares são ruins e as públicas boas. Existem boas instituições privadas e públicas como existem aquelas que tem índices baixos no Exame da Ordem e tanto são públicas como privadas. O que tem que acontecer é um aperfeiçoamento maior dos cursos, de maneira geral.

Segundo Stábile, um dos grandes problemas para o índice de aprovação baixo no Exame da OAB é que, há pelo menos quinze anos, o Ministério da Educação (MEC) deu início a um processo de reconhecimento de instituições sem critérios técnicos. E que não cabe a Ordem aplicar sanções a essas faculdades.

Confira o índice de aprovação das instituições de MT:

 

1 – Centro Universitário Cândido Rondon – Unirondon – 15,82%

2 – Centro Universitário de Várzea Grande – Univag – 19,83%

3 – Faculdade Afirmativo – Fafi – 8,47%

Leia também:  Brinquedos e roupas estão em alta na lista de presentes para o Dia das Crianças

4 – Faculdade Católica Rainha da Paz de Araputanga – FCarpr – 14,58%

5 – Faculdade de Ciências Contábeis e de Administração do Vale do Juruena – AJES – 20,00%

7 – Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais Aplicadas de Primavera do Leste – FCJSA – 20,00%

8 – Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais Aplicadas do Araguaia – Faculdades Cathedral – 14,29%

9 – Faculdade de Ciências Jurídicas, Gerenciais e Educação de Sinop – FIS – 21,43%

10 – Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas de Sinop – Facisas – 16,50%

11- Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas de Diamantino – Uned – 13,21%

12 – Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Sobral Pinto – Faiesp – 13,33%13 – Faculdade de Colíder – Facider – 9,09%

14 – Faculdade de Direito de Alta Floresta – Uniflor – 28,57%

15 – Faculdade de Direito de Tangará da Serra – Unicen – 13,76%

16 – Faculdade de Lucas do Rio Verde – Unilasalle – 7,69%

17 – Faculdade de Sorriso – Fais – 17,65%

Leia também:  3ª Feciti começa nesta segunda com lançamento do Parque Tecnológico

18 – Faculdade do Sul de Mato Grosso – Facsul – 16,95%

19 – Faculdade para O Desenvolvimento do Estado e do Pantanal Mato-Grossense – FAP – 50,00%

20 – Faculdade Sinop – Fasip – 20,00%

21 – Faculdades Integradas de Rondonópolis – Unir – 20,00%

22 – Faculdades Integradas de Tangará da Serra – FITS – 0,00%

23 – Faculdades Integradas Desembargador Sávio Brandão – Fausb – 10,00%

24 – Instituto Cuiabá de Ensino e Cultura – Icec – 10,13%

25 – Universidade de Cuiabá – Unic – 20,57%

26 – Universidade do Estado de Mato Grosso – Unemat – Campus Barra do Bugres – 28,57%

26 – Universidade do Estado de Mato Grosso – Unemat – Campus Cáceres – 31,43%

27 – Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT – Campus Cuiabá – 51,28%

28 – Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT – Campus Barra do Garças 0,0%

29 – Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT – Campus Sinop 36,36%

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.