Os representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis (Sispmur) se reuniram hoje com os vereadores para pedir que eles consigam uma audiência com o prefeito Zé Carlos do Pátio para se discutir as reivindicações dos servidores. O presidente do Sispmur, Rubens Paulo, explicou que essa discussão com o gestor tem que acontecer o mais rápido possível, antes seja tarde demais, já que o prefeito só pode fazer algo pelo servidor até sete de abril, devido às eleições.

De acordo com Rubens o reajuste da inflação que deveria ser pago juntamente com o pagamento de janeiro não foi cumprido pelo município. “No holerite não consta o reajuste, assim como no ano passado só conseguimos o cumprimento da lei com o apoio dos vereadores e mesmo assim ficamos sem receber a inflação referente a janeiro e fevereiro de 2011”, conta.

Leia também:  Paralisação | Equipe médica da UTI Neonatal e Pediátrica da Santa Casa desistem de atendimentos

Rubens também expos aos vereadores a questão do salário dos professores do município que estão abaixo do nacional e estadual afirmando que a categoria quer discutir sobre o assunto, já que o trabalho desempenhado pelo profissional é o mesmo tanto no estado, no Brasil ou em Rondonópolis.

O presidente da Câmara Municipal, Ananias Filho, afirmou que para que essa mesma situação não aconteça todos os anos o melhor a fazer é criar uma norma que regulamente o reajuste. “É necessário criar regras para que os servidores não tenham que ficar todo ano sendo humilhado para pode garantir algo que é de direito. Depois de criada as regras elas deverão ser respeitadas e caso não isso não aconteça basta entrar com ações contra o gestor em exercício”, fala.

Leia também:  ACIR promove palestra para garantir negócios mais seguros

Ananias afirmou que a Câmara vai apoiar a causa e que até quinta-feira espera ter uma data acertada para o encontro do prefeito com os representantes dos servidores.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.