Para preencher as vagas nas universidades federais o Ministério da Educação (MEC) divulgou uma lista de instituições que poderão contratar professores temporários neste ano. A Associação dos Docentes da Universidade Federal de Mato Grosso (ADUFMAT), defende que a proposta é apenas um paliativo.

O presidente da ADUFMAT, Carlos Alberto Eilert, frisa que a medida não resolve o problema da falta de professores das universidades federais. “O que resolve é concurso. Contratar temporários é um subterfúgio do governo para ter professores em sala de aula quando o ano letivo começar, mas a solução é apenas um tapa-buraco”.

A entidade, junto com a Associação Nacional dos Docentes do Ensino Superior (ANDES-SN), “se posiciona pelo concurso público para professores efetivos”, diz o presidente. Para ele, “a categoria de professores temporários é apenas um tipo de precarização do ensino, não é como o professor substituto, que entra em cena quando o docente efetivo sai de licença ou se afasta para cursar pós-graduação”.

Leia também:  Justiça Federal manda cancelar decreto que aumenta combustível

Segundo o MEC, o regime temporário é adotado enquanto o Congresso não aprova um plano para a contratação efetiva com aproximadamente 19 mil professores para as universidades federais.

A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) poderá contratar 92 professores temporários, sendo 46 com carga horária de 40 horas semanais e outros 46 com 20 horas semanais. As vagas são para um período de seis meses, podendo ser prorrogado pelo mesmo período.

Portaria – No início desta semana, o MEC publicou uma portaria, em conjunto com o Ministério do Planejamento, que prevê a contratação de 3.059 professores universitários para o programa Reuni (Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais). A UFMT faz parte do grupo de instituições que integrará os docentes ao quadro a partir de março. Outro grupo de universidades poderá começar as contratações a partir de abril.

Leia também:  Final de semana em Cuiabá tem peças de teatro, filmes e exposições
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.