Bispo Dom Juventino explica sobre a Campanha da Fraternidade - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

A Campanha de Fraternidade realizada pela Igreja Católica tem como tema para este ano a “Saúde Pública”, levando em conta o lema: “Que a saúde se difunda sobre a terra”. Em Rondonópolis, a Campanha será lançada oficialmente hoje na Catedral Santa Cruz, às 19h.

O Bispo Dom Juventino Kestering explicou que os três objetivos da Campanha são o de conscientizar as pessoas sobre os direitos constitucionais que se tem em relação à saúde pública, a mobilização para que se melhore o sistema (SUS) e também o de convidar as pessoas para cuidar de sua saúde.

Para o Bispo o ser humano tem que trabalhar os três elementos básicos que são vida, doença e saúde. “É preciso buscar o equilíbrio entre essas três palavras para que se consiga ter uma vida de qualidade”, diz.

Leia também:  Balcão de empregos: 230 vagas para Rondonópolis (06/06)

No fim da Campanha é feito uma coleta voluntária de dinheiro que é destinada ao Fundo Social da Diocese que serve como uma reserva para emergências como quando aconteceu àquela enchente no Rio de Janeiro e o dinheiro foi enviado para ajudar as famílias afetadas.

QUARESMA

A quarta-feira de Cinzas também é marcada pelo início da Quaresma que vai até o domingo de Ramos em 1º de abril.  O Bispo Dom Juventino contou que esse período de 40 dias é suficiente para que se haja uma conversão. Os fiéis são convidados a fazerem uma comparação entre suas vidas e a mensagem cristã expressa nos Evangelhos, comparação que significa um recomeço, renascimento para as questões espirituais e de crescimento pessoal.

Leia também:  Taques reclama e mesmo com protestos confirma Unemat em Rondonópolis

“É um momento de se olhar para a cruz de Cristo e refletir que ele entregou a sua vida por nós”, fala. De acordo com Dom Juventino durante a Quaresma é trabalhado entre os fiéis o ‘jejum’ que é a abstinência de algo que a pessoa gosta, a ‘esmola’ que é a pratica da solidariedade e a ‘oração’ que deve ser intensificada.

Na quaresma as igrejas têm atividades especiais entre elas às romarias e os mutirões de caridade. O Bispo afirmou que na quarta-feira de Cinzas e na sexta-feira Santa os fiéis são convidados a não comer carne vermelha. Após o fim da Quaresma inicia a Semana Santa (1 a 8 de abril) que é a que antecede a Páscoa.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.