Foto da internet

O Consultor em Agribusiness, Silmar Muller, estima que safra 2012 de grãos em Mato Grosso seja positiva. Mesmo que sem os altos preços obtidos em 2011 as possibilidades para o mercado de soja e grãos são muito boas para os produtores do Estado que serão beneficiado com as perdas da safra no Sul do Brasil e dos países vizinhos.

Silmar observa que haverá aumento da demanda para soja e milho, consequentemente os preços se manterão mais firmes para os produtores mato-grossenses. Para ele, mesmo com a crise europeia e seu efeito na economia global, as tendências são muito positivas para a soja e o milho tendo em vista a continuidade do aperto nos estoques mundiais depois das perdas com estiagens na produção sul-americana.

Leia também:  Parque Tecnológico será construído em 2018

De acordo com o analista de mercado agrícola, fatores macro como a demanda por alimento é fator preponderante para o que está sendo visto como bom cenário para produção de soja e milho de Mato Grosso.

“A curto e médio prazos, as perspectivas seguem muito boas. O mundo pede mais alimento. Além disso, há aumento da demanda por inúmeros países emergentes, não só a China, mas também outros países asiáticos e africanos, cujas economias vem crescendo bem acima da média mundial”.

Diante destas tendências, Muller recomenda aos produtores rurais participantes dos Dias de Campo Fundação MT 2012 (que já foi realizado em seis cidades de MT e acontecerá em mais quatro) investimento em produtividade, redução dos custos de produção e diversificação da atividade agrícola, com integração lavoura-pecuária.

Leia também:  Reforço aéreo | Ciopaer recebe na próxima semana aeronave entregue em delação premiada

Ele destaca as boas oportunidades no mercado de milho. “Produtor de MT deve continuar diversificando com o plantio de milho, com investimento em aumento de área da safrinha de milho. As perdas verificadas na primeira safra do sul do país vai beneficiar o Estado de Mato Grosso. Por isso é importante ficar atento e produzir bem!”

Muller, que também é jornalista econômico, avalia que a crise europeia vai impactar a economia dos países importadores, o que diminuirá o desempenho das comodities agrícolas na balança comercial brasileira em 2012. “Ainda sim, mesmo crescendo menos, manterão desempenho positivo”.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.