Comissão de moto-taxistas e secretário de Trânsito e Transporte. Foto da assessoria

Uma comissão de moto-taxistas e o secretário de Trânsito e Transporte, Rodrigo Lugli, se reuniram esta semana com a diretoria do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), em Cuiabá, para tratar da questão da obrigatoriedade do curso de direção que a categoria deseja realizar apenas uma reciclagem, pois muitos já possuem a qualificação para exercer o trabalho.

Lugli explicou que a reunião foi resultado de um entendimento entre a categoria e o prefeito José Carlos do Pátio, mas era necessário um parecer positivo do Detran para legalizar a reciclagem e não o curso integral, que deve ser realizado a cada cinco anos.

Na reunião a diretoria do Detran se comprometeu em trazer para o município um professor, no mês de março, que oferecerá uma reciclagem para os moto-taxistas que já possuem o curso e oferecer a qualificação para os pilotos que não realizaram o curso. Onde serão instruídos quanto a atendimento ao público, legislação, direção defensiva, mecânica e primeiros socorros.

Leia também:  Após denuncia, Polícia Ambiental confirma desmatamento ilegal em fazenda no MT

O moto-taxista João Garcia de Souza, afirmou que está satisfeito com o resultado da reunião, pois atendeu a todos os profissionais e com um preço mais acessível.

Moto-taxistas prometem mobilização na prefeitura

Prefeito e moto-taxistas chegam a um acordo

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.