Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

O atual diretor administrativo do Hospital Regional de Rondonópolis, Wagner de Almeida Dias, esteve reunido com os vereadores, nesta terça-feira (14), na sala de reuniões da Câmara Municipal, para prestar contas de tudo que foi efetivado pela Organização Social de Saúde (OSS), Sociedade Beneficente São Camilo (SBSC), desde que a mesma assumiu a gestão da unidade hospitalar no dia 1º de agosto de 2011.

Em uma breve apresentação, o diretor da instituição falou sobre as obras que foram realizadas na unidade, como a reativação do sistema de ar-condicionado centralizado, que estava quebrado há cerca de cinco anos, reinstalação do sistema de pára-raios, reforma do telhado, pintura e adequação da área externa do hospital, adequação das salas de repouso, conclusão da obra do bloco de emergência e substituição das portas das salas de raio-x e tomografia, entre outros.

Leia também:  Onça-pintada resgatada de fazenda em MT é levada para associação em SP

Segundo Wagner, as obras foram custeadas com o repasse feito pelo governo do Estado a São Camilo. Conforme o diretor, ao todo, a organização recebe o valor de R$ 3,1 milhão mensalmente, que são usados para gerir o Hospital Regional. “Cada valor investido no hospital é feito com o repasse, por isso, qualquer objeto que seja comprado, desde uma caneta a um equipamento cirúrgico, pertence ao Hospital Regional e não a São Camilo”, explicou Wagner, que informou ainda que trimestralmente a OSS tem que prestar contas ao Estado.

O diretor ressaltou que desde que a São Camilo assumiu, uma média de 410 cirurgias/mês foram realizadas, além de 2,8 mil atendimentos de urgência e emergência por mês. Wagner contou também que a nova gestão reintegrou a equipe de cirurgia pediátrica e vem adquirindo novos equipamentos para a realização de pequenas, médias e altas cirurgias de todas as especialidades que são oferecidas à população na unidade hospitalar. De acordo com ele, foi feita a aquisição de duas mesas cirúrgicas eletrônicas, seis focos cirúrgicos com sistema de iluminação, nitidez, estabilidade e facilidade de movimento, dois bisturis eletrônicos e quatro aspiradores.

Leia também:  Ex-secretária de MT é condenada a indenizar o PT por difamação

Após ouvir a apresentação do diretor da instituição, o vereador Mohamed Zaher (PSD), que é presidente da Comissão de Saúde do Legislativo Municipal, disse ser visível as melhoras no Hospital Regional desde que a São Camilo assumiu a gestão do mesmo. O parlamentar afirmou ainda que a Câmara Municipal vai continuar acompanhando a prestação de contas da OSS e permanecer cobrando o bom funcionamento da unidade hospitalar. “O dinheiro que é repassado ao Hospital Regional é da população, por isso, é mais que justo que sejam oferecidos serviços de qualidade”.

Também participaram da reunião os vereadores Adonias Fernandes (PMDB), Hélio Pichioni (PR), Lourisvaldo Manoel de Oliveira “Fulô” (PMDB), Milton Gomes da Costa, o Miltão (PMDB), Milton Mutum (PSD) e Olímpio Alvis (PR), além de representantes do Escritório Regional de Saúde de Rondonópolis.

Leia também:  Alto Taquari | MP notifica município por desvio de função em cargo público
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.