Fórum agora é integrado por 14 partidos - Foto: Varlei Cordova/AGORAMT

A segunda reunião do Fórum Suprapartidário, que tem agora a participação de 14 partidos, começa a cobrar definições de prazos e nomes. A última reunião do Fórum realizada ontem (03/02) reuniu os dez partidos que iniciaram as discussões (PSDB, PMDB, PR, PRTB, PCdoB, PTdoB, PSC, PV, PP e PSD) mais o PT, DEM, PTB e PSL.

Rafael Martello do Pc do B defende a imediata definição de um nome para prefeito do grupo - Foto: Varlei Cordova/AGORAMT

A maioria dos líderes partidários foram unanimes ao admitir que o tempo é o maior inimigo do Fórum e que ações para se chegar a um consenso quanto ao nome do candidato do grupo, quais coligações devem ser feitas para as chapas proporcionais e o plano de governo devem ser discutidos com brevidade, “Não podemos perder tempo, pois a nossa demora é uma aliado para quem já tem a candidatura posta, (…) precisamos antes mesmo da discussão do projeto, devido ao prazo escasso precisamos discutir um nome para encabeçar  um futura coligação”, afirmou”, Rafael Martello (PCdoB).

Leia também:  Juíza determina multa de R$ 50 mil para quem acampar em depoimento de Lula

A afirmação de Rafael repercutiu dentro do Fórum e os partidos apresentaram seus pré-candidatos e passaram a exigir do PMDB uma definição da situação do prefeito José Carlos do Pátio, “Não podemos definir uma situação dentro do Fórum sem saber se o PMDB vai apresentar o prefeito José Carlos do Pátio como candidato a reeleição”, analisou o pastor Ildo Rodrigues (PSC), na mesma linha de pensamento o vereador e pré-candidato a prefeito do PR, Ananias Filho, sugeriu que o prefeito fosse chamado a participar do Fórum, para poder defender uma possível candidatura, “Já que estamos falando do prefeito José Carlos do Pátio, não é justo que ele não esteja presente, afinal de contas ele é naturalmente o candidato do PMDB”, propôs.

Leia também:  Secitec prorroga inscrições para MT Enem 2017

A proposta de Ananias foi rejeitada pelo Fórum, que deu a direção municipal do PMDB um prazo para decidir internamente a situação do prefeito José Carlos do Pátio.

PARTIDOS NÃO QUEREM PÁTIO

O Fórum se reúne novamente no dia três de março, prazo estipulado para que todos os partidos que tenham intenção de candidatura própria a prefeito devem apresentar um único nome para entrar numa pesquisa a ser encomendada pelo Fórum.

Com a definição de uma data limite para apresentação de um nome de cada partido para a disputa, a situação de Pátio fica mais complicada, se o PMDB se mantiver dentro do Fórum, já que boas partes dos partidos já se manifestaram informalmente que deixam o grupo caso o nome do prefeito seja apresentado pelo PMDB na próxima reunião. “Demos um prazo para o prefeito viabilizar a sua candidatura, mas ele tem um problema político que dificilmente será resolvido”, revelou o deputado Carlos Bezerra (PMDB).

Leia também:  Nobres caminha para a consolidação como destino de ecoturismo

COORDENAÇÃO

A professora Paula Costa foi nomeada coordenadora do Fórum - Foto: Varlei Cordova/AGORAMT

Com o objetivo de facilitar as negociações dentro do Fórum e agilizar os trabalhos os partidos presentes a reunião decidiram nomear uma comissão coordenadora.

Os nomes escolhidos para já elaborar a confecção de um calendário de trabalho foram: Sérgio Negri do PCdoB, Rubson Guimarães do PP, Rogério Salles do PSDB, Galeno Esteves do PR, Pastor Ildo do PSC e como coordenadora do grupo a professora Paula Costa do PMDB.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.