O borracheiro Odilio Roberto Araújo (38) resistiu a prisão depois de ter uma desavença com sua companheira, a dona de casa Dalila do Espirito Santo da Silva (39) na noite desta terça-feira (13/02) no bairro Vila Mineira. De acordo com informações da Polícia Militar, Dalila disse que não queria mais morar com o borracheiro, mas ele se negou a sair e foi preciso a PM retirá-lo a força.

Dalila informou a PM que o Araújo se negou a sair de casa e por isso começou a rasgar a própria roupa e em seguida quebrou copos que estavam em cima de uma mesa. A dona de casa chegou a pegar uma enxada e jogar na direção do borracheiro, mas ele não foi atingido.

Leia também:  Populares reagem a assalto e detêm três suspeitos até a chegada da Polícia

Em seguida, Dalila correu de casa e foi se refugiar na casa de uma vizinha onde chamou a PM. Os policiais foram até o local, conversaram com Dalila e encontraram Araújo em frente da residência da dona de casa.

A PM pediu para que o borracheiro acompanhasse a guarnição, mas Araújo se segurou na grade do portão e disse que não iria junto com os policiais. Consta no Boletim de Ocorrência (BO) que o borracheiro chegou ao ponto de dar ponta pés nos policias para não ser preso.

Como Araújo ficou nervoso foi preciso a PM usar de força para algemar o borracheiro que foi encaminhado para o Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC) para registro do BO.

Leia também:  Acidente na BR-364 deixa um homem morto

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.