O deputado estadual é pré-candidato a prefeito de Rondonópolis pelo Partido Popular Socialista (PPS), Percival Muniz, se reuniu na noite desta segunda-feira (27/02) com militantes e simpatizantes, para reafirmar sua disposição em disputar a cadeira de prefeito do município e comunicar que ele não se enquadra na Lei Ficha Limpa, “O que houve é que usaram a lista de uma ONG para afirmar que sou ficha suja, (…) o Tribunal de Contas já reviu o acórdão e anulou a minha condenação”, afirmou Percival para tranqüilizar seus seguidores.

Para o deputado a disputa em Rondonópolis pode ser difícil, mas na sua avaliação os nomes apresentados até agora não devem ser páreo para uma disputa, “Nenhum dos nomes que estão aí me assustam, já participei de muita campanha e por isso não tenho medo”, atacou Muniz.

Leia também:  Rondonópolis gera mais emprego que Cuiabá no 1º semestre

Quanto a sua ausência no município Percival alegou que agora pretende intensificar mais sua campanha e fazer mais aparições na cidade, “Até agora eles tem dito que não venho a cidade, depois que eu começar a aparecer mais vão dizer que abandonei Cuiabá”.

ALIANÇAS

Segundo Muniz muita coisa ainda pode mudar até as convenções e em sua opinião a indefinição de nomes que possam disputar contra ele a eleição lhe é favorável, “os partidos ainda não definiram nomes, se a coisa continuar assim te junho vai ser maravilhoso”, avaliou.

Percival ainda anunciou que tem conversado com lideranças de alguns partidos que podem acabar apoiando sua candidatura, “O PMDB está dividido e em conversações já existe a possibilidade deles nos apoiarem, por vai no mesmo caminho, líderes do PSD já me avisaram que se eles não tiverem candidato vão me apoiar, já o PV este conversamos toda a semana e são mais alinhados com o nosso pensamento”, revelou.

Leia também:  Servidores públicos lavam AL em ato contra a corrupção

O deputado ainda avaliou com saudável e democrático a formação de um bloco suprapartidário, “é muito salutar a formação deste bloco, mas não acredito que todos os partidos irão continuar juntos até o final e assim vai acabar sobrando alguém para fechar a aliança conosco”.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.