Material encontrado no interior da casa do suspeito Bruno Bueno Foto: Deivid Rodrigues/AGORA MT

A diarista Adeliane Batista do Carmo (26), Bruno Fagner Almeida Bueno (20), José Aparecido Carmo da Silva (20) foram presos e o menor F.S.S. (16) foi apreendido em flagrante depois de um assalto a uma drogaria no bairro Parque Universitário na tarde desta segunda-feira (13/02).

De acordo com informações da Polícia Militar (PM) os suspeitos José Aparecido e o menor F.S.S. roubaram R$ 164 em dinheiro da drogaria, mas a partir do cerco dos carros da polícia comunitária da Região Salmen, Comando de Policiamento Urbano (CPU), Força Tática e do Comando de Ação Rápida (CAR) os bandidos foram presos na casa de Bruno Bueno.

Segundo a PM, o roubo ocorreu por volta das 15h30, quando dois suspeitos chegaram de moto a uma drogaria, entraram no estabelecimento e o menor F.S.S. atirou contra o farmacêutico Arivaldo Oliveira Junior (37), por sorte o tiro acertou a parede, mas o farmacêutico foi agredido com chutes e tapas.

Leia também:  Ex-vereadora e marido são encontrados mortos em sítio

Após pegar a quantia de R$ 164 o menor F.S.S. e José Aparecido fugiram por terrenos baldios, ruas, cercas e quintais de residências.

Após a fuga, o comando da PM coordenou um cerco no bairro Tancredo Neves. A equipe da Força Tática encontrou a motocicleta utilizada no roubo em um buraco e moradores indicaram a direção ao qual os suspeitos tinham fugido a pé. Em seguida, o grupo avistou a suspeita Adeliane do Carmo, com aparência nervosa, que saía de uma residência e pilotava uma moto Honda Biz.

A Força Tática conseguiu identificar dois suspeitos dentro da casa que tinham as mesmas características dos bandidos que assaltaram a drogaria.

Em revista a Foça Tática encontrou no bolso de José Aparecido a quantia roubada. Ao serem perguntados sobre a arma usada no crime, um revólver da marca Taurus, calibre 32, os suspeitos responderam que estava com Adeliane que morava junto com Bruno Bueno, dono da residência. Os policiais ligaram para a diarista e com ela encontraram o revólver que estava com quatro munições intactas e uma usada.

Leia também:  Jovem compra moto em garagem de veículo e acaba detido por receptação

Segundo a PM, foi encontrado no interior da casa materiais de origem duvidosa que caracterizam a residência como local de desmanche de motos.

O dinheiro roubado, a moto usada no assalto, a bala encontrada na farmácia, a arma usada e os suspeitos foram levados para o Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC) para registro do Boletim de Ocorrência (BO).

De acordo com a PM, outra vítima do roubo a drogaria, o office-boy Jhonata Felipe Silva (19) foi até o CISC e reconheceu o menor F.S.S. como o suspeito que estava na garupa da moto e que atirou contra o farmacêutico Arivaldo Júnior, bem como a arma e a motocicleta usada no roubo.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.