Reunião entre prefeito, secretário, vereadores e representantes da CEF para informar o acordo. Foto: Varlei Cordova/AGORA MT

Um acordo entre o Governo do Estado e a Caixa Econômica Federal (CEF) resultou na retomada dos trabalhos do residencial André Maggi que estava parado devido falta de escoamento de água. O prefeito José Carlos do Pátio recebeu hoje (02/02) pela manhã duas representantes do banco para fiscalização das obras.

O secretário adjunto de habitação, Paulo José Correia, explicou que as obras do residencial André Maggi estavam suspensas por falta de drenagem na região, pois teve parte da construção comprometida em razão de um asfalto feito pelo governo do Estado que direcionou água da chuva para o residencial feito pela prefeitura. “Com a obra de drenagem poderemos concluir a construção do residencial que beneficiará 500 famílias”.

Leia também:  Atuante

Pátio ressaltou que fica satisfeito em saber que poderá entregar as casas das famílias e lembrou que esta era a única obra em parceria com o governo federal que estava atrasada, as demais estão todas dentro do prazo de entrega.

Fátima Regina Casteli Pinheiro, gerente Regional de Habitação da CEF, reforçou a data para as entregas das casas devem ocorrer no primeiro semestre de 2012. ”Tudo depende muito das chuvas, mas é bem provável que sejam entregues todas as moradias com a infraestrutura necessária instalada nos primeiros meses deste ano”.

O André Maggi é o ultimo residencial no país beneficiado pelo Programa de Arrendamento Residencial (PAR) já recebeu parte do asfaltamento das ruas, estando pendente apenas algumas obras finais de estruturação como de drenagem e finalização da rede de água e luz.

Leia também:  Observatório Social apresentou o ‘balanço’ do trabalho deste ano
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.