S 10 recuperada pela PM - Foto: Deivid Rodrigues / AGORA MT

A professora Mariana Thais e sua família foram vítimas de roubo na noite desta sexta-feira (24/02), por volta das 11h no bairro Monte Líbano. A caminhonete Chevrolet S-10 de cor verde da família foi roubada e de acordo com informações da Polícia Militar (PM), o veículo foi encontrado no bairro Parque Universitário nas proximidades de uma boca de fumo. No momento da fuga dos suspeitos houve troca de tiros e  Franciele Wisoski (27) levou um tiro de raspão na cabeça.

Mariana afirma que ela, o marido e o filho foram abordados por dois suspeitos no momento em que chegavam em sua casa, sendo um branco e um moreno que aparentava ter 25 anos de idade, e um deles estava armado. Segundo a professora, ela e o filho foram puxados para fora do carro e os suspeitos fugiram com a camionete. Ela ressalta que os suspeitos também roubaram celulares, documentos pessoais, cerca de R$ 400 em dinheiro e cartões de crédito.

Leia também:  Motociclista bate em carreta e fica gravemente ferido na BR-163

De acordo com informações da PM, a caminhonete S-10 foi localizada por uma viatura da PM próximo a uma boca de fumo e quando os suspeitos perceberam a presença da polícia começaram a fugir pela rodovia BR-364 em direção a Pedra Preta. Em seguida a PM começou a organizar um cerco na tentativa de abordar os suspeitos.

Mas os bandidos conseguiram passar por várias barreiras trocando tiros com policiais, na região do Lourencinho, os suspeitos não conseguiram ultrapassar o cerco da polícia e deram meia volta em direção a Rondonópolis.

Novamente houve troca de tiros e quando a PM revidou os disparos acertaram os pneus traseiros da caminhonete, que parou em seguida. Dois homens e uma mulher saíram do veículo e entraram no meio de um matagal e os dois homens conseguiram fugir.

Leia também:  Governo apresenta Plataforma Digital da Agricultura Familiar de MT
Detalhe do pneu furado por tiros disparados pelos Pms - Foto: Deivid Rodrigues / AGORA MT

Segundo a PM, quando a caminhonete foi revistada foram encontrados vestígios de sangue nos bancos da frente e vestígios de substância que aparentavam ser pasta base de cocaína. Em seguida a PM havia recebido a informação de uma mulher que tinha levado um tiro na cabeça e estava no Pronto Atendimento (PA). A PM foi até o hospital onde a mulher, que se chama Francieli Wisoski, disse aos policiais que estava em uma camionete S-10 na companhia de mais duas pessoas, mas que não tinha nada a ver com o ocorrido e se recusou a dar mais informações. Franciele foi encaminhada para o Hospital Regional Irmã Elza Giovanella e já foi liberada.

Depois de medicada, a mulher foi encaminhada para o Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC) e em depoimento a Polícia Civil Fracieli afirmou que foi convidada pelos suspeitos para um programa, mas não c0nhecia os bandidos. De acordo com a Polícia Civil, a mulher responde por um processo de tráfico de drogas.

Leia também:  'Operação Mata Grande Segura' | Mais de 1 mil pessoas abordadas e 16 fugitivos recapturados

A camionete S-10 foi encaminhada por guincho até o Cisc e a PM registrou o Boletim de Ocorrência (BO) para que as devidas providências sejam tomadas.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.