O senador Pedetista, Pedro Taques, atacou de novo, e declarou que o Partido Democrático Trabalhista (PDT) não vai ser um “puxadinho” do Partido Socialista Brasileiro (PSB), “O PDT tem companheiros que querem contribuir com o projeto de Cuiabá, o Kamil está no partido”. O médico Kamil Farah já se declarou pré-candidato do PDT a prefeito de Cuiabá e caso o partido confirme seu nome, a aliança Mato Grosso Muito Mais, pode ser quebrada na capital.

De acordo com o senador Taques o socialista Mauro Mendes ainda não teria confirmado sua candidatura e por isso não há nada definido ainda, “Na hora que o Mauro definir se será candidato, vamos sentar e conversar. Se for vamos nos reunir com a comissão provisória do PDT e decidir”, ponderou.

Leia também:  PMDB projeta eleger cinco estaduais em 2018
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.