Valdívia original ao lado do clone do REC

O atacante Valdívia, artilheiro da Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano, está em Rondonópolis. O atleta que marcou oito gols e virou destaque nacional, quer ficar na cidade até o fechamento das negociações para definir qual clube deve jogar. “Nesse período de tempo, não quero ficar parado e vou começar a academia para manter a forma”.

Valdivia, 17 anos, tem propostas de pelo menos quatro grandes equipes do futebol brasileiro. O diretor das categorias de base do Leão, Márcio Schmidt antecipou que, além do Fluminense, o Palmeiras, o Inter e o Grêmio também manifestaram interesse em ter o jogador. O dirigente do Leão, no entanto, sublinhou que somente no final de semana deve ter uma definição do destino do meia.

Leia também:  Árbitros de Mato Grosso participam de curso promovido pela CBF

Mesmo assediado pela imprensa nacional e lembrado por grandes clubes do país, Valdivia tem mantido uma postura discreta. “Para mim qualquer clube que acertar está muito bom”.  O jogador chegou a conhecer pessoalmente o Valdivia do Palmeiras. O atleta reconhece que não esperava um resultado tão bom na Copa SP. “Não imaginei que poderia ser o artilheiro”. A partida que disputou contra o Figueirense, em que marcou quatro gols, segundo ele, foi o grande jogo da sua carreira até agora.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.