A Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Rondonópolis (ACIR) e o Gabinete de Gestão Integrada (GGI) vão iniciar, nos próximos dias, em Rondonópolis, uma grande Campanha de Trânsito, que vai promover ações durante todo o ano. O objetivo é orientar a população para um trânsito mais consciente e evitar o aumento no número de acidentes no município.

A primeira reunião para definir as estratégias da Campanha foi realizada nesta quinta-feira (8) no auditório da ACIR e contou com a presença de parceiros da ação e integrantes do GGI, como a Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal, 5º Batalhão do Corpo de Bombeiros, Polícia Técnica (Politec), 18º Grupo de Artilharia e Campanha (GAC), Sistema Prisional, Detran, Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (Setrat), Ministério Público Estadual, Diocese de Rondonópolis, Lojas Maçônicas, Clubes de Serviço e Igreja Evangélica Assembléia de Deus.

Leia também:  Rondonópolis sedia 6º Encontro Nacional de Motociclismo

A Campanha já têm garantidos 60 mil panfletos que serão distribuídos nos principais pontos críticos do trânsito de Rondonópolis, como a Rua XV de Novembro, que registrou 123 acidentes em 2011, entre 15h e 17h. Outros locais como a Avenida Bandeirantes e o cruzamento da Rua Frei Servácio com a Rio Branco, também são alvos da Campanha, pois registraram 117 e 98 acidentes, respectivamente, no ano passado.

De acordo com Nildeson Cândido da Silva, secretário executivo do GGI, serão entregues cerca de 100 mil panfletos pelos agentes de trânsito da Setrat, com apoio da Polícia Militar. Além disso, a ACIR vai contribuir com mídia televisiva. Os primeiros 30 dias da Campanha serão educativos. Em seguida, os ‘amarelinhos’ vão aplicar multas diante das infrações e a Polícia Rodoviária Federal irá participar com radares e etilômetros. “É uma luta pela vida. Queremos mudar, melhorar nosso trânsito”, ressaltou.

Leia também:  Cerca de 1 mil famílias ocupam fazenda do Ministro Blairo Maggi em Rondonópolis

Para o promotor público Ari Madeira, é importante a união de estratégias. “Acho que não devemos ter planos isolados, mas sim um plano conjunto com as articulações de cada um”, disse. O coronel do Corpo de Bombeiros, Vanderlei Bonoto Cante, ressaltou que a corporação atende 20 mil pessoas por ano vítimas de acidentes no município. “Todo o problema de trânsito passa por lá (Bombeiros). Os custos são altíssimos, por isso essa Campanha vem a calhar”, pontuou.

Em 2011, 105 pessoas perderam a vida no trânsito de Rondonópolis, segundo dados da Politec. Com relação a 2010, houve queda de 16% no número de acidentes. Os responsáveis pela Campanha de Trânsito vão se reunir na próxima terça-feira (13) para definir a logística das primeiras ações.

Leia também:  Força Tática recebe Moção de Aplauso em comemoração aos 10 anos do grupamento

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.