O prefeito José Carlos do Pátio (PMDB), que está sendo julgado por gastos ilícitos em sua campanha de 2008, mal amanheceu a quinta-feira (22/03), já estava na porta da Casa Civil, no Palácio Paiaguás, sede do governo do estado de Mato Grosso.

Para quem costuma frequentar o palácio ficou a curiosidade. O que o prefeito de Rondonópolis foi fazer ou pedir ao governador Silval Barbosa (PMDB)? Aquele mesmo que Pátio ignorou na campanha de 2010, trocando o candidato do seu partido por Wilson Santos (PSDB).

Alguns chegaram a fazer apostas de que a visita seria um pedido de socorro e ao mesmo tempo de perdão pelos erros cometidos durante a campanha em 2010, quando Pátio também não fez campanha para o casal Bezerra.

Leia também:  Zeca prepara retorno à cena política
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.