A comerciante J.G.L. (35) foi roubada em seu comércio na madrugada desta quarta-feira (14/03), por volta da 0h, no bairro Jardim Liberdade, onde o suspeito voltou ao local do crime, pois havia prometido que caso fosse denunciado retornaria para matar J.G.L. e outras pessoas que estivessem no local. De acordo com a Polícia Militar (PM), o suspeito não deu certeza do seu nome, porque disse que se chamava Rogerio ou Edmilson Gomes da Silva e que teria 31 anos de idade.

J.G.L. informou a PM que estava no seu estabelecimento onde o suspeito a surpreendeu e disse que estava armado e o revólver se encontrava debaixo da camiseta. A comerciante afirma que o bandido levou cerca de R$ 400, nove carteiras de cigarro e alguns isqueiros, mas não soube dizer a forma como ele fugiu do local. Logo depois do roubo a PM fez rondas, mas Rogerio ou Edmilson não havia sido localizado.

Leia também:  Idoso é vítima de “roubo do esbarrão” e polícia procura autor do crime

No entanto, antes de fugir, o suspeito disse a J.G.L. que caso ela chamasse a polícia ele voltaria para matar a todos que fossem encontrados no comércio. E o bandido cumpriu a ameaça, voltou até o local onde pulou o muro dos fundos do estabelecimento e em seguida passou a bater na porta da casa de J.G.L. e gritava pelo seu nome.

Segundo a PM, a comerciante J.G.L. fugiu junto com outra pessoa e foram se esconder na casa de uma vizinha. Já o suspeito, para fugir pulou o muro, mas a PM tinha feito cerco nas proximidades do local. Rogerio ou Edmilson foi preso quando estava no quintal de outra vizinha onde havia usado a casa para se esconder e em seguida foi encaminhado para o Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC) para prestar esclarecimentos. Consta no Boletim de Ocorrência (BO), que o suspeito ficou com algumas escoriações por ter sofrido mordidas do cachorro de J.G.L. e por ter pulado muros.

Leia também:  Cinco são presos durante ações contra o tráfico de drogas em MT
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.