Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Acampados e Assentados (MTA) vão ficar até no sábado (23) acampados na frente da sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) de Cuiabá. De acordo com o diretor do MTA, Benedito Correa, o movimento vai aguardar até 30 de março para uma possível negociação.

Cerca de 200 pessoas estão em frente ao local desde terça-feira para reivindicar terras prometidas pelo Incra há cerca de quatro anos que ainda não foram entregues. Benedito comentou que a diretoria do Incra se reuniu com os manifestantes na quarta-feira e que alegaram que o atraso nas desapropriações se deve a falta de recursos para enviar técnicos para analisar as áreas.

Leia também:  Cerrado Fuzz Festival é neste sábado na Chácara Mocó com apresentação de 5 bandas

“Eles nos disseram que pelo menos duas áreas serão desapropriadas ainda este ano, caso venha o recurso de Brasília. Agora estamos esperando o chefe da Obtenção Agrária e o Chefe do Desenvolvimento Agrário vir de Brasília para nos dar uma posição”, fala.

Benedito afirmou que o movimento vai aguardar até 30 de novembro por uma reunião com essas autoridades e que caso isso não aconteça, o grupo vai bloquear as rodovias.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.