Ciclistas deitam no chão para protestar contra mortes no trânsito em Cuiabá (Foto: Kelly Martins/G1)

Ciclistas da Grande Cuiabá se reuniram na noite desta terça-feira (6) para participar de um protesto nacional contra as mortes no trânsito. Acidentes estão ocorrendo em todo o país e eles cobram políticas públicas para evitar os constantes atropelamentos dos usuários de bicicleta. A manifestação, chamada de Bicicletada Nacional, ocorre em pelo menos 25 cidades brasileiras, de norte a sul do país.

Em Cuiabá, o grupo se reuniu na Praça 8 de Abril por volta das 20h e partiu para a Avenida Lavapés, iniciando o trajeto. A cicloativista Malu Brandão, de 37 anos, destacou que a intenção é percorrer 10 quilômetros entre as principais vias da capital. “Precisamos de mais segurança para praticar esta atividade. Corremos riscos todos os dias e por conta da falta de investimentos”, pontuou.

Leia também:  Detran-MT aguarda orientação para implantar a CNH digital no estado

Segundo ela, o ato foi uma resposta às mortes de pelo menos três ciclistas na última sexta-feira (02/03). Uma das vítimas foi atropelada por um ônibus na Avenida Paulista, em São Paulo. Já outros dois ciclistas morreram atropelados no mesmo dia, em Brasília e em Belém.

Policiais Militares acompanharam a manifestação, monitorando o trânsito. Cerca de 30 cicloativistas iniciaram o trajeto que também incluía as Avenidas Isaac Póvoas, Getúlio Vargas, Prainha e outras.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.