Cem famílias carentes dos distritos de Nova Galiléia e Boa Vista serão completadas com casas populares doadas pelo Governo do Estado até abril desse ano. O requerimento, de autoria do vereador Lourisvaldo Manoel de Oliveira “Fulô” (PMDB), foi acatado pela secretaria estadual de Cidades e confirmado na última quinta-feira (01), durante audiência com o secretário Nico Baracat e os vereadores Fulô, Adonias Fernandes (PMDB) e o presidente da Câmara, Ananias Filho (PR).

“Há meses venho negociando isso com o governo do Estado. Nesses Distritos tem muitas famílias carentes que moram em casas de tábua, improvisadas com lona e que não podem pagar por uma casa de alvenaria. Por isso, podemos dizer que hoje obtemos uma vitória com a garantia de que essas casas serão construídas para doação”, comemorou o vereador, após ter seu pedido acatado.

O secretário informou aos vereadores que as casas serão construídas em duas etapas: a primeira tem início ainda esse mês, quando serão construídas 25 casas no Distrito de Nova Galiléia e 25 no Boa Vista. A segunda etapa será executada em abril, quando serão construídas o restante das residências, totalizando cem casas.

Aproveitando a oportunidade, o presidente da Câmara solicitou a Nico Baracat a construção de dez casas na Vila Bueno, também para doações. Diante do pedido, o secretário assegurou a Ananias que vai analisar a possibilidade de incluir a construção dessas casas no mesmo projeto que atende a solicitação do vereador Fulô. “O secretário vai fazer o possível para colocar as casas para a Vila Bueno no mesmo pacote das casas da Nova Galiléia e Boa Vista. Pude sentir que ele tem boa vontade para atender o nosso pedido”, colocou Ananias.

Além da construção de residências, o secretário ressaltou que sua pasta possui outros investimentos no município, como a obra de conclusão da Igreja São José Esposo, e as obras no Oratório Dom Bosco e Louis Braille.

Nico Baracat anunciou que Rondonópolis vai ser novamente beneficiada com o programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal que, em parceria com o Estado, vai construir novos residenciais no município. De acordo com o vereador Adonias, o secretário informou que o projeto já está em andamento na Secretaria de Cidades, que negocia junto a Caixa Econômica Federal, mas que ainda não há prazo para ser executado.

Recuperação asfáltica da grande Vila Operária terá novo empenho

Durante visita a capital do Estado, o presidente da Casa de Leis, Ananias Filho (PR) e o primeiro secretário da Mesa Diretora da Casa de Leis, vereador Lourisvaldo Manoel de Oliveira “Fulô” (PMDB), aproveitaram para cobrar do secretário adjunto da Secretaria de Estado de Transporte e Pavimentação Urbana (Septu), José Márcio Guedes, a recuperação das vias urbanas da grande Vila Operária.

A solicitação foi feita ainda no ano passado pelos vereadores. Na época, a obra foi incluída no programa de recuperação de vias urbanas do interior do Estado a ser executado no município, numa parceria entre Governo do Estado e prefeitura e que recebeu o aval do governador Silva Barbosa, durante a realização do Governo Itinerante. Através do pedido realizado pelos vereadores, cerca de R$ 1 milhão seria destinado para a aplicação de lama asfáltica nos bairros Vila Operária, Vila Itamarati, Vila Mariana e Jardim Primavera.

Guedes assegurou que o valor será empenhado nos próximos dias, já que a obra possui toda a documentação necessária para a execução. “Com a virada do ano, teremos que fazer novo empenho para contemplar esse projeto de lama asfáltica para a Vila Operária. De imediato vou dar segmento ao processo, para que em breve, as vias sejam recuperadas”.

Os vereadores se comprometeram a continuar cobrando a execução dessas obras até que as mesmas sejam realmente colocadas em prática. “Nós vamos ficar em cima para que o projeto saia do papel”, falou Fulô. Para Ananias, a recuperação das ruas vai proporcionar para a população da grande Vila Operária mais bem estar. “O povo merece transitar e morar em ruas sem buracos. Da forma que está não tem como ficar”.

 

Leia também:  Pátio reconhece problema, mas nega fechamento da Coder
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.