Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Rondonópolis (ACIR) reuniu empresários para pedir apoio dos deputados estaduais da região para a revisão do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços), na tarde desta segunda-feira. Apenas o deputado estadual Hermínio J Barreto compareceu ao encontro e firmou compromisso com os empresários de Rondonópolis.

De acordo com o presidente da Acir, Edson Ferreira, a Lei Complementar nº 460 que foi sancionada pelo governador Silval Barbosa (PMDB) no fim do ano passado que dispõe sobre a ampliação da carga tributária de 37% para alguns segmentos como joias, cosméticos, perfumes, embarcações de esporte e recreação, bebidas, cigarros e outros.

“O segmento de cosmético foi o mais afetado, já que subiu de um tributo médio de 14% para 37%. Essa alta acaba afetando o segmento e também a sociedade através dos profissionais que sobrevivem do seu trabalho”, fala. Edson explicou durante a reunião que a entidade entende que o crescimento do Estado e o inchaço da máquina pública não podem ser pago pelo suor da classe empresarial. “Entendemos que o Estado precisa se desonerar para poder adequar a capacidade de contribuição da nossa população”, diz.

Leia também:  Motociclista fica ferido após acidente na área central de Rondonópolis

O Deputado J Barreto afirmou que todos esses segmentos são importantes para o crescimento de um Estado e que devido a isso vai levar as reivindicações para que o Governo possa rever alguma coisa, contando com o apoio de outros políticos do Estado.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.