Empresários da região central se reuniram na tarde desta segunda-feira (26/03) no auditório da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Rondonópolis (ACIR) para debater a falta de segurança no centro da cidade e os frequentes arrombamentos e furtos ocorridos nas lojas da região.

A falta de funcionamento das 26 câmeras de segurança instaladas em 2009, a maioria no Centro, e a não estruturação do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública de Rondonópolis (CIOSP), prometido para o ano passado, também foram assuntos debatidos pelo grupo.

O presidente da ACIR, Edson Ferreira, convidou os representantes da Polícia Militar e Polícia Civil do município para conversar com os associados e ouvir deles os relatos dos últimos assaltos.

Leia também:  Após arrombamento em loja, PM detém acusados por furto de 96 celulares

Na última semana, duas lojas do mesmo segmento foram arrombadas pelos ladrões durante a madrugada. Desde janeiro, dezenas de comércios da região também sofreram prejuízos com os assaltos.

De acordo com o coronel Valdivino Pimentel, comandante da Polícia Militar da Região Sul, mesmo que as vítimas procurem a Delegacia de Roubos e Furtos (DERF) para registrar a ocorrência, é importante que comuniquem também a Polícia Militar através do 190 ou pessoalmente no Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc).

Os comerciantes relataram as dificuldades encontradas no momento do registro de ocorrências e também ao acionarem o serviço de emergência do 190. O comandante também pontuou as dificuldades estruturais da PM, mas fez o compromisso de melhorar o policiamento na região central e voltar a debater o assunto com os empresários.

Leia também:  Acusado de amarrar, estuprar e matar mulher em Cuiabá é preso em GO

O número do celular do Oficial do Dia da Polícia Militar também foi repassado para os comerciantes, para que possam comunicar qualquer fato imediatamente ou para obterem outras informações que necessitarem. “A gente não pode mais ficar parado esperando acontecer de novo”, externou uma das empresárias que teve sua loja furtada.

O delegado Lucídio Rondon, responsável pela DERF, também passou orientações importantes aos presentes, como forma de inibir a ação dos marginais. Além disso, pediu aos empresários que nunca deixem de registrar uma ocorrência e acompanhá-la, até mesmo para que as estatísticas possam ser combatidas.

O presidente da ACIR explicou que vai demandar junto ao município a devida manutenção e adequação das câmeras de segurança do Centro, paralisadas totalmente no dia 15 de janeiro, bem como solicitar o empenho dos deputados da região no sentido de conseguirem, junto ao governo do Estado, a instalação do CIOSP em Rondonópolis.

Leia também:  Sinop | Marido chega em casa embriagado e atira contra grávida
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.