Foto Programa Vip - Cuiabá

O engenheiro Gino Rondon da Silva, filho do publicitário rondonopolitano Gino Rondon, foi morto depois de ter a casa onde morava em Manaus invadida por quatro homens, na madrugada desta terça-feira (6). O crime ocorreu no bairro Japiim II, Zona Sul da capital.

Segundo a polícia Gino foi vítima de um latrocínio (roubo seguido de morte) durante a madrugada. Testemunhas contam que além de Gino também haviam na casa mais dois colegas de trabalho, que são do Grupo Selco- empresa terceirizada que trabalha para a Petrobrás.

Os assaltantes chegaram por volta de 3h e chamaram por Gino, foi quando ele abriu a porta e os quatro homens entraram na casa. Os dois funcionários foram amarrados e trancados dentro do banheiro. Os assaltantes ficaram dentro da residência por cerca de duas horas e levaram três aparelhos celulares, três notebooks, três veículos e dois aparelhos de ar condicionado e fugiram do local. Porém antes de fugir, eles rederam o engenheiro e o enforcaram com um fio elétrico.

Leia também:  Falha elétrica é a possível causa do incêndio no frigorífico em Rondonópolis

Por volta de 7h da manhã, os funcionários que estavam trancados no banheiro, conseguiram se soltar e acionaram o alarme da casa, mas foram os vizinhos que chamaram a polícia e o Samu. A vítima foi encaminhada ao SPA do Coroado e lá foi verificado que ele morreu por enforcamento.

A polícia trabalha nas investigações e já tem um suspeito do crime. Seria Irley Rodrigues ex-funcionário do grupo e que foi demitido nesta segunda-feira (5). Policiais da Delegacia de Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), estiveram no local e estão responsáveis por investigar o caso.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.