Maristela diz que reunião será feita com líderes da comunidade Foto: RONALDO TEIXEIRA/AGORA MT

Moradores de diversas comunidades tentaram invadir uma área verde na manhã deste domingo (25/03) no bairro Cidade de Deus 1. De acordo com o secretário de Meio Ambiente Lindomar Alves a área é de preservação ambiental e está protegida em lei Federal, Estadual e Municipal e por isso os moradores não poderiam ficar no local. “Essa é uma área onde futuramente serão plantadas árvores para a criação de um bosque para a comunidade”, comenta.

Segundo a gerente de regularização fundiária de Rondonópolis, Maristela Morais da Silva, a comissão de seis líderes das pessoas que alegam a necessidade de moradia disseram a gerente que cerca de 75 famílias estão nessa luta. “Nós do Departamento de Habitação e Regularização Fundiária vamos sentar com esses líderes e fazer uma triagem de cada pessoa e verificar aquelas famílias que atendem aos critérios para se conseguir uma casa”, ressalta.

Leia também:  Fiscalização encontra produtos vencidos em dois supermercados no CPA IV

Durante a tentativa de invasão a Polícia Militar (PM) foi chamada, mas os moradores não fizeram resistência e concordaram em ouvir a gerente de regularização fundiária.

O morador do Cidade de Deus 1 Francisco Carlos disse que uma reunião com a comunidade foi marcada para a noite deste domingo (25/03), as 19h no Centro Comunitário do bairro. “Lá vai ser feito uma lista para as pessoas poderem passar pela triagem”, reitera. Diferente da quantidade apresentada pela gerente Maristela, o morador Carlos afirma que há mais de 75 pessoas que lutam por uma casa própria.

A gerente de regularização fundiária Maristela da Silva disse que uma reunião com os líderes da comissão de moradores será realizada na manhã desta segunda-feira (26/03), por volta de 9h na Secretária de Habitação e Regularização Fundiária.

Leia também:  Amaggi não sabia sobre avião interceptado com meia tonelada de cocaína
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.