A Prefeitura de Rondonópolis encaminhou projeto de lei para a Câmara Municipal reestruturando o Conselho Municipal de Políticas Públicas para a Juventude devido à necessidade de ações voltadas aos jovens da cidade. O conselho foi criado, de fato, em 2004, e passará a atuar como órgão consultivo em ações de saúde, educação, trabalho e demais áreas.

A qualificação da mão de obra de jovens entre 15 a 29 anos – cerca de 30% da população da cidade, conforme o Censo 2010 – é uma das principais necessidades para atuação mais abrangente do conselho. “A cidade ganha muitas empresas e precisamos garantir a entrada dos jovens no mercado de trabalho. A qualificação é de suma importância”, destacou Thiago Silva, ligado ao movimento estudantil.

Leia também:  ACIR promove palestra para garantir negócios mais seguros

Com a reestruturação, o conselho será composto por membros do Poder Executivo por meio das Secretarias Municipais de Educação, Saúde, Esporte, Cultura e Lazer e Promoção e Assistência Social, além de representantes indicados pela Câmara Municipal, movimentos religiosos, estudantil, trabalhadores rurais e comunitários. Ao todo serão 14 conselheiros.

Conforme a lei, a cada dois anos, o Conselho Municipal de Políticas Públicas para a Juventude convocará todos os cadastrados e segmentos afins para participar da Conferência Municipal, com objetivo de levantar subsídios e avaliar o cumprimento dos dispositivos mencionados na presente Lei.

A administração já desenvolveu vários projetos em prol da juventude rondonopolitana como cursinho pré-vestibular, bolsas do Projovem Trabalhador, contraturno do Programa de Erradicação de Trabalho Escravo (Peti), passe livre aos estudantes de baixa renda, parceria com o Sistema S (Senai, Senac, por exemplo), Programa Força no Esporte (Profesp), projetos sociais e cursos de qualificação.

Leia também:  Região central de Rondonópolis terá abastecimento de água interrompido nesta terça
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.