Os menores W.D.D.S. (15), H.F.S. (17) e H.P.S. (17) foram apreendidos e os jovens Weverson da Silva Santos (18) e Renato Henrique da Silva Santos (18) foram presos pela PM na noite desta quarta-feira (29/02) depois de roubar uma Casa de Carne no bairro Jardim Morumbi, onde, segundo a Polícia Militar (PM), dois bandidos entraram no comércio armados e roubaram cerca de R$ 300 e um celular da marca ZTE. De acordo com informações da PM, os jovens foram encontrados em atitude suspeita em uma casa no bairro Vila Olinda 2.

Segundo a PM, logo depois do roubo os policiais foram até o bairro Vila Olinda 2 onde em rondas pela região foi encontrado a moto usada no assalto. No local estava o menor H.P.S. ao qual a PM perguntou quem estava com a moto, mas o menino não soube responder.

Leia também:  Força Tática prende três traficantes negociando droga em via pública de Várzea Grande

A PM seguiu então em direção à casa de um suspeito chamado Samuel e alguns rapazes que estavam no local avistaram o carro da polícia e tentaram fugir. Dois rapazes foram pegos em uma rua logo acima e outros três suspeitos foram abordados dentro da casa.

Na casa de Samuel, Renato Santos, conhecido como “Rato”, confessou a PM ter roubado a Casa de Carne e que estava empacotando drogas no local. Com relação ao dinheiro roubado, Renato disse a PM que parte da quantia foi usada na compra de drogas e a outra parte foi entregue ao cúmplice do assalto, o menor W.D.D.S. “Rato” afirmou que deixou o celular roubado com Samuel, o suposto dono da casa e de uma moto apreendida e disse também que no assalto ao comércio, uma arma de brinquedo foi usada e depois abandonada em um matagal.

Leia também:  Bombeiros se preparam para receber a Esquadrilha da Fumaça

A PM perguntou aos suspeitos que estavam na residência no bairro Vila Olinda 2 sobre outro roubo de documentos pessoais, cartões de crédito e de um celular importado e eles negaram a autoria, mas uma vítima reconheceu entre os rapazes, os possíveis assaltantes. Todos os três menores e os dois rapazes foram encaminhados para o Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC) para registro do Boletim de Ocorrência (BO). Consta no BO, que Samuel, o suposto dono da casa onde os suspeitos foram localizados, não foi encontrado pela PM.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.