Durante a assembleia dos servidores públicos realizada nessa terça-feira (13) o vereador Reginaldo Santos declarou que o município economizou cerca de R$ 1,4 milhão com o atraso do ano letivo. O vereador também alegou que o município recebeu R$ 4,5 milhões por firmar parceria com o Banco do Brasil para que os servidores mantenham suas contas na agência.

Reginaldo contou que com esse recurso o prefeito pode fazer o que quiser, mas que em sua opinião esse dinheiro deveria ser usado em prol dos servidores, já que eles têm participação nessa arrecadação. “A agência repassou essa quantia porque o servidor paga pela conta que mantém”, diz.

Ainda durante o seu discurso, o vereador, afirmou que as atitudes do prefeito mostram que ele é um “menino mimado” que quer decidir tudo sozinho. “Ele quer chutar a bola, bater escanteio, defender e se ninguém aceitar, ele leva a bola embora. Temos que dar um basta nisso, os servidores, o Sindicato e a Câmara não podem aceitar essa situação”, conta.

Leia também:  Presença da Federal causa furor na cidade

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.