O material foi encontrado no tanque do veículo. Foto da assessoria

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu na manhã desta sexta-feira (30/03), na BR-070, um rapaz de 32 anos que transportava 23 quilos de pasta base de cocaína. Segundo a PRF, o traficante queria ser preso com pelo menos 100 quilos de drogas.

Os agentes do Núcleo de Operações Especiais (NOE) da PRF abordaram um veículo Gol com placas de Primavera do Leste – MT e durante o questionamento dos policiais o condutor demonstrou se muito nervoso e entrou em contradição sobre a viagem, pois afirmou que estava há mais de uma semana no sítio do pai, mas em sua mochila tinha apenas uma calça jeans e uma camiseta, o que levantou a suspeita da equipe.

Leia também:  Homem é preso ao arremessar entorpecentes para dentro da Mata Grande

Ao revistarem o interior do carro, os policiais constataram indícios de que o veículo havia sido desmontado recentemente. Dentro do tanque de combustível, os agentes da PRF encontraram os tabletes com a droga. Diante dos fatos o motorista confessou que comprou o entorpecente em Mirassol D´Oeste pela quantia de R$ 4,8 mil. Ainda segundo ele, a pasta base seria levada para Primavera do Leste. No momento da prisão, o traficante disse que já havia feito a mesma viagem outras vezes e que era humilhado por seu antigo chefe, tentando justificar o fato.

A PRF disse que o traficante queria ser pego com uma quantidade maior de droga. “Meu patrão não me dava valor e eu cansei de ser empregado, agora eu sou o patrão. Só não gostei de ser pego com tão pouca droga, queria que fosse uns 100 quilos para aparecer em todos os jornais do país”, disse o rapaz aos agentes da PRF. O crime de tráfico de entorpecentes tem pena prevista de 5 a 15 anos de reclusão. A ocorrência foi encaminhada à Polícia Federal, em Cuiabá.

Leia também:  Vítima tem sua moto zero km roubada em oficina no Jardim Serra Dourada

Apreensões em MT

Somente este ano, a Polícia Rodoviária Federal já apreendeu mais de 218 quilos de cocaína e pasta base, nas rodovias federais de Mato Grosso.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.