Foto: da assessoria

Atendendo a requerimento do deputado estadual, Ondanir Bortolini –Nininho (PR/MT), a Assembleia Legislativa de Mato Grosso, promove nessa sexta-feira (27) em Rondonópolis, uma audiência sobre segurança pública, com a presença confirmada de representantes das secretarias estaduais de Justiça, Segurança Pública, Polícia Militar, Civil, Corpo de Bombeiros, deputados, vereadores e sociedade organizada. O secretário estadual de Segurança Pública, Diógenes Curado disse que anunciará na ocasião o avanço da instalação do Centro de Comando e Controle e Inteligência Regional (C3i) na cidade. O evento será na Câmara de Vereadores, à partir das 17 horas.

“Nininho e sua equipe técnica tem nos cobrado constantemente a instalação dessa central unificada de atendimento das polícias. Eu e secretário adjunto da SESP, Alexandre Bustamante vamos dar uma resposta à população”, assegura o secretário Diógenes Curado.

Leia também:  Avenida Amazonas será bloqueada nesta terça-feira (13) para passagem de adutora

De acordo com o deputado Nininho, a audiência foi marcada devido ao alto índice de violência registrado nesse ano pela polícia e atendendo a um apelo da população. O parlamentar tem oferecido total apoio aos quatro Conselhos de Segurança Pública (Consegs) do município, buscando melhorias e investimento no setor no Sul do Estado.

Apesar da atuação das polícias militar e civil ter aumentado do ano passado para esse, os crimes são recorrentes e os moradores tem reclamado a falta de segurança diretamente aos conselhos de segurança comunitários.

Para o parlamentar é essencial incrementar as políticas públicas de combate à violência. “A audiência pública é uma oportunidade ímpar para a população reivindicar diretamente ao Governo do Estado, por meio de seus secretários, mais efetivo, melhor estrutura de trabalho e mais segurança na cidade”, acrescenta Nininho.

Leia também:  Entidades aderem à greve geral nesta sexta em Rondonópolis

Ele completa que a audiência pública pode fortalecer a cobrança da população ao Estado e garantir uma política de segurança pública mais eficaz para Rondonópolis.

A audiência será norteada pela necessidade de informações a respeito das câmeras de monitoramento que foram adquiridas e instaladas na cidade, no entanto não estão sendo utilizadas; quais as providências a serem tomadas para que tal feito seja realizado; a instalação do C3i, já que o Secretário de Segurança Pública esteve na região em 14 de fevereiro de 2011 e se comprometeu a instalá-lo no prazo de 90 (noventa) dias; a instalação do CIOSP (Centro Integrado de Operação de Segurança Pública); quantas vagas serão destinadas ao pólo de Rondonópolis no próximo concurso público para a Polícia Militar.

Leia também:  Procon fiscaliza Postos de Combustíveis em Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.