Cerca de quatro militares morreram e seis pessoas estão desaparecidas, incluindo o jornalista francês Romeo Langlois, após um ataque das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) neste sábado (28) na região sudoeste da Colômbia.

De acordo com uma fonte militar que pediu anonimato, os motos são três soldados e um policial.

– A informação que temos é de quatro mortos, três militares e um policial, assim como seis desaparecidos, um jornalista, um policial e quatro soldados.

O jornalista Langlois estava no país para fazer uma reportagem sobre operações antinarcóticos do Exército colombiano na região.

Uma fonte da embaixada francesa em Bogotá confirmou a informação e disse que “o repórter estava com um grupo de militares em uma operação antidrogas, quando foram duramente atacados pelas Farc”.

Leia também:  Jurado do reality "The X Factor" é internado após cair de escada

– As autoridades buscam neste momento várias pessoas desaparecidas, entre elas o jornalista.

As primeiras informações da imprensa registravam 15 mortos, mas a fonte militar afirmou que o balanço final do ataque em Unión Penaya, na Província de Caquetá, foi de quatro vítimas fatais.

O ataque aconteceu um dia depois de uma ação de terroristas das Farc que matou cinco soldados na fronteira entre os Departamentos de Cauca e Valle, no sudoeste do país.

Também na última sexta-feira (27), três integrantes de uma família morreram em um ataque com explosivos no município de Puerto Rico, em Caquetá.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.