Ana Vargas, da equipe de canoagem do Brasil, mora em Foz doIguaçu onde treina de olho em 2016. Marlene BergamoFolhapress

A brasileira Ana Sátila Vargas (16), foi escolhida uma das melhores atletas do mundo em março pela ICF (Federação Internacional de Canoagem, na sigla em inglês).

A revelação nacional concorre com outros cinco canoístas à destaque mundial da modalidade no mês em enquete no site da entidade máxima do esporte. Até a tarde desta terça-feira, Ana Sátila estava em quarto, com 11% dos votos.

“Fiquei muito surpresa quanto meu técnico [o italiano Ettore Ivaldi] me mostrou, levei um susto. Estou muito feliz mesmo”, disse Ana Sátila a Folha de São Paulo.

Segundo a ICF, a brasileira foi indicada por “aos 15 anos ser a verdadeira estrela do Campeonato Pan-Americano”.

Leia também:  Luve perde e está de volta à Zona da Degola

A revelação brasileira do caiaque (K1) feminino venceu o Pan de canoagem slalom (descida do rio com obstáculos), em Foz do Iguaçu (PR) no início de março e, consequentemente, conquistou a vaga na Olimpíada de Londres, que começa em 27 de julho.

“A jovem que deixou sua casa no começo do ano, acompanhada da mãe e da irmã, para morar em um hotel perto de Foz do Iguaçu, voltou para Primavera do Leste [MT] onde foi recebida com uma parada em sua homenagem. Agora uma celebridade no Brasil, ela espera mais reconhecimento para seu esporte e fazer seu país orgulhoso de sua participação nos Jogos Olímpicos”, exagera a Federação Internacional em seu site oficial.

Leia também:  Caminhoneiros bloqueiam rodovias em MT e fazem protesto contra aumento de impostos sobre combustíveis

“É um grande estímulo saber que eu posso ser a atleta do mês da Federação Internacional de Canoagem. Fiquei muito feliz”, afirmou. “Quanto a pódio e medalha na Olimpíada, estou muito confiante, treinando muito, participando de muitas competições e adquirindo bastante experiência, o que vai ajudar muito”, completou a canoísta que está treinando e competindo na Europa este mês.

Desde o início do ano, Ana Sátila se afastou da cidade de 52 mil habitantes no Mato Grosso para morar em Foz do Iguaçu, onde é baseada a seleção brasileira permanente, que treina no canal artificial dentro da Usina Hidrelétrica de Itaipu.

Até o momento, Ana Sátila é a mais jovem brasileira classificada para os Jogos de Londres e também a mais nova da canoagem na Olimpíada.

Leia também:  Unidade Padrão Fiscal será reduzida para o mês de setembro em MT
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.